Alunos de Estrela prestigiam peça de teatro sobre valorização da vida e trânsito

Peça Exército dos Sonhos, da Fundação Thiago de Moraes Gonzaga, foi apresentada para crianças das três redes de ensino do município

Centenas de alunos das três redes de ensino prestigiaram a encenação

Alunos das três redes de ensino de Estrela foram convidados a prestigiar gratuitamente, nesta quinta-feira, a peça de teatro o “Exército de Sonhos”, promovida pela Fundação Thiago de Moraes Gonzaga e projeto Vida Urgente, programa de conscientização em valorização à vida, com foco no trânsito. A promoção da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secultur), com apoio da Secretaria de Educação, faz parte da programação municipal da Semana Nacional de Trânsito, e levou centenas de alunos à sede social da Soges, onde foi apresentada.

A Fundação Thiago de Moraes Gonzaga, conhecida nacionalmente pelo seu trabalho de valorização da vida, fez sua opção pelo teatro como instrumento pedagógico de transformação e reflexão. Desde 1998 orienta, conscientiza e educa crianças, jovens e adultos sobre a preservação e valorização da vida através da arte, e tem o trânsito como foco. Por essa razão, a Fundação investe e disponibiliza às escolas e instituições os espetáculos teatrais do projeto Vida Urgente no Palco. Fazem parte ainda da lista de espetáculos as peças “Contadores de Histórias”, “Jogo da Vida”, “Últimos Dias de Super-Herói”, e o curta de animação “A Flor e a Borboleta”, que já foram assistidos por milhões de espectadores em diversas cidades gaúchas e outros estados brasileiros. “É um assunto que nossos jovens estão direta e indiretamente envolvidos”, destaca o secretário da Cultura, Marcelo Braun. “A conscientização é um grande e importante passo nesta educação, que também se faz necessária”, completa o secretário de Educação, Marcelo Mallmann.

Exército de Sonhos é encenada há 18 anos e já rodou o Brasil

Saiba mais

A peça “Exército de Sonhos” é a peça mais antiga do projeto, e já está nos palcos há 18 anos. Inspirado em fatos reais, tem como objetivo provocar a reflexão, estimulando o comportamento seguro no trânsito. A peça conta a história de quatro jovens amigos em situações cotidianas: seus sonhos, sua irreverência diante da vida e dos perigos que ela possa apresentar. Vale lembrar que os fundadores da Fundação Thiago de Moraes Gonzaga foi criada em 1996 pelo casal Régis e Diza Gonzaga, pais de Thiago, que perdeu a vida aos 18 anos em um acidente de trânsito ao pegar carona com um motorista bêbado, quando este colidiu seu carro contra um container de lixo colocado irregularmente na rua, na madrugada de 20 de maio de 1995, em Porto Alegre.

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui