Pivi Arbitragem celebra 10 anos de história

Em 2023, a Pivi Arbitragem escalou 2.383 árbitros, que atuaram em 27 municípios diferentes, totalizando 34 competições.

935
Momento ocorreu na noite de quinta-feira (8/2) em Teutônia / Crédito: Carla Beckmann

A empresa Pivi Arbitragem completou 10 anos de serviços prestados ao esporte amador da região. Para celebrar a conquista, o proprietário Jair Roberto Welter, mais conhecido como Pivi, organizou uma festa com sua equipe de arbitragem, velha guarda e imprensa na noite de quinta-feira (8/2).

A empresa Pivi Arbitragem foi criada em 3 de abril de 2013, após um pedido de árbitros e líderes esportivos da região à época.

Desde a escola, Pivi teve a liderança e o amor pelo esporte pulsando em suas veias. Com 13 anos, ele já fazia parte do elenco principal do Catarinense. Também teve passagem por clubes grandes de Teutônia, como o Gaúcho, Esperança e Canabarrense.

Foi em 2002 que Pivi decidiu virar a chave. Parou de jogar e começou a apitar jogos por meio de um convite do amigo Wilfrid Dannebrock. O gosto pelo profissional foi crescendo e Pivi começou a adquirir o material básico e se oferecer de graça para apitar jogos de futsal e futebol.

Em 2004 surgiu a oportunidade de apitar o futebol de campo em Teutônia, na época organizado pela Liga Teutoniense de Futebol Amador. A arbitragem era conduzida pela Liga Hamburguesa de Arbitragem. Os anos foram passando e, em 2006, foi criado o próprio quadro de arbitragem dentro de Liga Teutoniense, no qual Pivi foi pioneiro. Com o passar do tempo, o reconhecimento foi surgindo e a arbitragem foi ampliada para outras cidades da região.

Em fevereiro de 2013, Pivi foi chamado para uma reunião da Associação de Clubes Amadores de Teutônia (Acat), presidida por Luis Schneider (em memória), na qual foi oferecida a organização da arbitragem no Campeonato Municipal. “Ali foi o empurrão que faltava para tomar a decisão de abrir a empresa, já que para assumir a competição era necessário ter um CNPJ, pois a arbitragem era paga com o dinheiro publico”, recorda Pivi.

Organização e qualidade no atendimento são características marcantes da empresa ao longo destes 10 anos. “Um dos propósitos sempre foi valorizar o árbitro. Muitas pessoas me ajudaram a chegar onde estou atualmente. O sinônimo do seu sucesso depende simplesmente das suas atitudes. Manter a humildade e sempre lembrar de onde veio. Mas, acima de tudo, é ter organização, planejamento e valorizar sempre o ser humano que está ali te representando”, salienta.

Em 2023, a Pivi Arbitragem escalou 2.383 árbitros, que atuaram em 27 municípios diferentes, totalizando 34 competições.

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui