Languiru faz palestra para apresentar resultados após a crise

973

Ao meio-dia desta sexta-feira (21/07), a Cooperativa Languiru reuniu conselheiros, produtores, lideranças, prefeitos e imprensa para apresentar os resultados positivos após a crise econômica de 2015 e 2016.

- publicidade -

O presidente Dirceu Bayer explicou que o principal motivo do encontro foi para “melhorar a imagem da Languiru, que foi muito arranhada a partir de comentários de que a cooperativa estava em dificuldades. A imagem da Languiru não pode ser afetada”.

Bayer mostrou ações adotadas em 2015, 2016 e 2017 para enxugar custos e obter bons resultados. “As ações de 2015 foram decisivas”, apontou.

Em números, o presidente mostrou a melhora no fluxo de caixa: 2015 foi -R$ 20 milhões; 2016 voltou a ser positivo R$ 50 milhões; e 2017 até agora já atingiu R$ 70 milhões.

Quanto às dívidas, Bayer apresentou a queda deste valor: 2015 = R$ 315,9 milhões; 2016 = R$ 315,4 milhões; 2017 = R$ 283 milhões.

“Tem motivo para nos preocuparmos? Ou tudo isso seria mentira?”, desafiou Bayer ao final. Ele inclusive agradeceu aos bancos e agentes financeiros: “credibilidade não se compra em farmácia e bodega”.

“Vamos cuidar da nossa cooperativa, porque tem papel fundamental na região e Estado. Não deixamos os interesses pessoais sobreporem os coletivos”, concluiu Bayer.

- publicidade -