Tônias Coletivo de Mulheres lota auditório da CIC para falar de violência doméstica

1256
Quatro palestrantes participaram da programação

As voluntárias que deram início ao movimento que culminou na criação do grupo Tônias Coletivo de Mulheres em Teutônia mobilizaram, junto com apoiadores, mais de 200 pessoas que lotaram as dependências do auditório da CIC na noite desta quarta-feira, dia 9 de agosto, para falar sobre violência doméstica.

- publicidade -

Na plateia, uma diversidade de idades, profissões e gêneros, inclusive com turmas de estudantes interessados na temática. Além das tônias, como são carinhosamente chamadas as mulheres que apóiam a causa, muitos tônios participaram, mostrando que a temática envolve toda família e preocupa toda a sociedade.  E lidar de forma conjunta com a situação é o melhor caminho, segundo as autoridades que entendem do assunto presentes na noite.

O Bate-Papo Mulheres e Comunidade atingiu seu objetivo, ao oferecer uma noite de muito aprendizado e envolvimento referente a um dos temas mais importantes e atuais: violência contra a mulher. Participam do debate quatro palestrantes que têm conhecimento de causa na questão: a delegada titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) de Lajeado, Márcia Bernini Colembergue, a conselheira da Casa de Passagem do Vale, delegada aposentada e professora universitária Elisabete Muller, a delegada de Polícia de Lajeado, Márcia Scherer, além da primeira-dama de Teutônia, Jaqueline Musskopf, que falou sobre as iniciativas locais e realidade de Teutônia.  Ao final, o público pode participar com questionamentos, respondidos de forma conjunta pelas convidadas, o que gerou uma amplo e rico debate.

O evento também teve cunho social, angariando donativos para a Casa de Passagem do Vale, especialmente artigos de higiene e mantimentos para mulheres e crianças abrigadas neste local.

O Tônias Coletivo de Mulheres é um movimento voluntário que deseja contribuir para a redução das estatísticas de violência contra a mulher, por meio da informação e do desenvolvimento de oportunidades para o envolvimento da sociedade na resolução deste problema. Novas voluntárias pode se juntar ao grupo e somar forças.

Mais de 200 pessoas marcaram presença
- publicidade -