Centauros se prepara para disputar a primeira divisão do Campeonato Gaúcho de Rugby

34

Início de ano é, normalmente, mais calmo no esporte. As competições ainda paradas, uma temporada de férias para os atletas. Mas também é época de projetar e planejar o novo ano. Para o rugby não é diferente. O Centauros Rugby Clube, de Estrela, também está em sua temporada de férias, mas já prepara o retorno aos trabalhos e pensa em como será seu 2020.

A pré-temporada está marcada para começar na próxima segunda-feira (27/01), para todas as duas categorias: masculino e feminino. “Todos os atletas, ex-atletas e interessados estão convidados. Vamos trabalhar fundamentos e a base do nosso físico para a temporada 2020”, destaca o técnico da equipe masculina, Uary Gondim.

E para 2020 o cube tem metas bem traçadas. A equipe masculina retorna à primeira divisão do campeonato gaúcho (CGR), no primeiro semestre. “Estamos em ano de transição, acabamos de subir novamente para a primeira divisão e estamos trabalhando duro para que seja um ano positivo. Como sempre vamos em busca da vitória em todos os nossos jogos. Não pode ser diferente, nosso esporte nos exige isso”, reforça Gondim.

O vice-presidente do clube, Jonas Hauschild, destaca que para o segundo semestre o time masculino deve disputar a Copa RS e o Torneio Binacional de Rugby 7’s em Rivera. Com o time feminino, o foco é o circuito Gaúcho, competição em que a equipe sempre sai com ótimos resultados, e a participação de um torneio internacional. “Neste ano, o Centauros, além de buscar a consolidação na primeira divisão com a equipe masculina e confirmar o favoritismo da equipe feminina, tem como objetivo principal a reativação das categorias de base (infantil, juvenil), que já formaram jogadores para seleção brasileira”, complementa Hauschild.

Mais atletas

Para 2020, um dos maiores desafios do clube é conseguir atletas aptos para jogar. “Temos muita gente que já participou do clube. Como o CGR 2020 é uma competição longa precisamos de números para poder participar de uma forma adequada”, explica o técnico Uary Gondim. Porém, só ter participado do clube não basta, é preciso estar treinando para poder integrar a equipe. “Estamos implementando várias mudanças na nossa forma de jogar que fazem com que a presença no treino seja essencial para que as coisas saiam conforme planejado”, considera Gondim.

Por fim, o técnico destaca ainda a importância do comprometimento. “Precisamos de comprometimento, se o pessoal comparecer aos treinos e se dedicar, garanto que vamos conseguir cumprir com nosso planejamento”, conclui o técnico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui