IECLB e Diocese de Montenegro determinam suspensão de atividades

256
Igrejas podem permanecer abertas, bem ventiladas e higienizadas

A Diocese de Montenegro da Igreja Católica e a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) emitiram nota nesta terça-feira (17/03) para recomendar uma série de ações afim de evitar a propagação do Coronavírus (Covid-19). Mais cedo deste dia, a Comunidade Martin Luther do Bairro Languiru e a Paróquia Santo Inácio Loyola de Lajeado já haviam manifestado-se acerca da temática. Veja, a seguir, as principais recomendações.

Recomendações da IECLB

Suspensão imediata, e por tempo indeterminado, de todas as atividades comunitárias que envolvem encontro presencial de pessoas, sejam elas de qualquer idade. A orientação se aplica inclusive aos lugares que não possuem casos ou relatos de casos do Novo Coronavírus. Dependendo a evolução da pandemia, a suspensão será revista e novas orientações emitidas.

Não haverá serviços de visitação física, podendo haver contatos por telefone ou mensagens por outros meios. Nos sepultamentos, as pessoas devem evitar contato físico e serão realizadas cerimônias mais breves e em lugares abertos. Avaliar a possibilidade de manter igrejas e locais de culto abertos para as pessoas.

Semanalmente, o Portal Luteranos disponibilizará pelo menos um culto gravado em vídeo. Também há recomendação de leituras bíblicas e orações em suas casas, com suporte do Portal Luteranos. O conteúdo é assinado pela pastora presidente da IECLB, Silvia Beatrice Genz, além de ser subscrito pelos vice-presidentes nacionais da IECLB e pelos pastores sinodais, inclusive do Vale do Taquari, Gilciney Tetzner.

Recomendações da Diocese

O bispo Dom Carlos Romulo Gonçalves e Silva ressalta a importância da união de esforços no combate da propagação do vírus. “Nosso sentimento é de esperança e por isso, fazemos este esforço em sintonia e colaboração com as autoridades sanitárias. Não vamos propagar o vírus, mas propagar o Evangelho através do cuidado uns dos outros”, enfatizou.

A Diocese de Montenegro determina para todo o seu território (áreas, paróquias e comunidades), por tempo indeterminado, a suspensão de:

  • Encontros de catequeses, batismo, eucaristia e crisma
  • Eventos formativos, grupos de oração, reuniões, cursos, palestras, retiros
  • Promoções culturais, sociais e festivas
  • Visitas a doentes e idosos
  • Novenas, tríduos e procissões programadas

Quanto às missas e celebrações, a Diocese aponta:

  • Suspensão das missas de 17 de março a 3 de abril
  • Haverá a Santa Missa diária privada
  • Transmitir ao menos no domingo uma missa pelas redes sociais
  • Retirar água benta da entrada das igrejas
  • Confissões individuais em espaço aberto
  • Batismos somente de emergência
  • Matrimônios já agendados – tratar com os noivos sobre a conveniência de celebração pública
  • Para as celebrações de Páscoa e Semana Santa, orientações específicas serão emitidas
  • Padres ou leigos dos grupos de risco não presidir missa de corpo presente
  • Nas celebrações de exéquias, dois metros de distância entre os presentes e participação mínima de pessoas
  • Se possível, missas de corpo presente e exéquias feitas ao ar livre
  • Igrejas abertas, higienizadas e bem arejadas
- publicidade -