Talento de Jaque Weber é reconhecido pela Câmara de Vereadores

339
Jaque Weber recebeu reconhecimento do Poder Legislativo // Crédito: Lucas Leandro Brune

A atleta Jaqueline Beatriz Weber (24) recebeu um diploma de reconhecimento da Câmara de Vereadores de Teutônia. A homenagem foi no intervalo da sessão ordinária de terça-feira (6/7) pela convocação para o 52º Campeonato Sul-americano de Atletismo (Guayaquil – Equador) e também com ênfase pelos bons resultados nas competições nacionais.

- publicidade -

O professor Laudenor Brune descobriu o talento no recreio do Colégio Teutônia, ao ver a Jaque correndo serelepe pelo pátio aos 10 anos de idade. Relembrou a caminhada árdua no esporte, os momentos difíceis com lesões e as várias atividades que ela desempenhava na escola. “A Jaque não foi só boa atleta, era líder de turma, presidente do Grêmio, fazia vôlei, jogava futebol e fazia atletismo, tocava flauta e fazia coral. Queria fazer tudo. Às vezes, brigávamos porque se envolvia e não rendia tanto”, relembra.

Brune reconheceu o orgulho para Teutônia e para o Colégio Teutônia. “Quantas vezes pensou em desistir, porque é sofrido correr 800m em 2min02seg. Faltaram 3 segundos para ir à Olimpíada, que daria outra projeção. Acredito que conseguirá na próxima”, encoraja.

Jaque Weber aponta os altos e baixos, os desafios e os momentos difíceis da carreira de atleta: “a gente mais perde do que ganha. E aí estão aprendizados – aprender a levantar, resiliência nas lesões”. Enfatizou o orgulho de representar Teutônia e região, bem como a emoção de falar do Colégio Teutônia. “Alguns dos melhores anos vivi lá dentro. Experimentei de tudo – privilegiada pela atividades diferenciadas. Sei que levo de bagagem para o resto da vida”.

Enxerga o esporte com um poder de transformação para as crianças e sabe da responsabilidade que ela carrega. “Pela visibilidade, passo a ser espelho para uma geração de crianças e adultos”, disse. E reconheceu o suporte da escola e do professor. “Sou muito grata ao CT. Se não fosse o Laudenor, hoje não estaria aqui. Obrigado por me apresentar o esporte. Tudo que vivo hoje é conquista tua também”, agradeceu. Pediu para todos acreditarem no poder do esporte e acompanharem a Olimpíada.

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui