Lei visa transformar ruas em espaços de lazer, cultura e esporte em Teutônia

Avenida 1 Oeste receberá programação duas vezes ao mês

- Publicidade -spot_imgspot_img

Um constante pedido da comunidade é por espaços destinados a atividades de lazer, esporte e cultura. Na intenção de proporcionar estes locais, a Câmara de Teutônia aprovou a lei que cria o Programa Ruas de Lazer, Cultura e Esporte. O projeto é de autoria da Mesa Diretora de 2021, e foi aprovado por unanimidade.

A lei define que trechos de vias públicas e praças sejam destinados, temporariamente, para atividades de lazer, cultura e esporte. O funcionamento será em domingos e feriados, entre as 10h e as 16h. Os trechos que integram o programa serão definidos pelo Executivo, inclusive, à pedido de moradores dos locais.

No segundo e quarto domingo do mês, a Avenida 1 Oeste será fechada no trecho entre a Rua Ricardo Luersen até a Rua 2 Sul, no Bairro Centro Administrativo. Serão utilizados equipamentos fornecidos pela Prefeitura para o bloqueio das ruas.

Durante o funcionamento das Ruas de Lazer, Cultura e Esporte fica proibido o trânsito de veículos nas vias, exceto para quem mora nos lotes da área. Também é proibida a venda de bebidas alcoólicas por ambulantes. Também é proibida a emissão de ruídos sonoros por meio de aparelhos de som em automóveis estacionados.

Segundo o ex-presidente da Câmara, Diego Tenn Pass, a ideia surgiu vendo a movimentação em outras cidades, como Caxias do Sul. Segundo ele, percebendo a falta de espaços para Cultura e Lazer em Teutônia, percebeu a Avenida 1 Oeste como uma grande oportunidade. “Ali pega a pista de skate, o Pavilhão Multiuso, a prefeitura que já tem os banheiros. Agora tem o asfalto que foi estendido, é uma rua larga também que proporciona grande espaço de utilização”, explica.

O ex-vice-presidente e atual presidente da Câmara, Vitor Krabbe, conta que houve reuniões com a Brigada Militar, Bombeiros, delegado e famílias que moram ao redor da rua. “Também falamos com alguns ciclistas, além disso, também foi feita uma audiência pública. Ou seja, o projeto foi construído por várias mãos”, complementa.

Krabbe reforça que o objetivo é proporcionar um espaço para as famílias poderem se encontrar, conversar, se divertir. “Um espaço que possa ser usado pelas crianças sem que os pais fiquem preocupados com o trânsito, com a segurança”, conclui.

Com a possibilidade dos moradores se mobilizarem em suas ruas, Tenn Pass acredita que o projeto possa fomentar também a unidade entre as pessoas. “Para elas se comunicarem mais e saírem do seu lar”, reforça.

Conforme Tenn Pass, a ideia era ter iniciado o projeto já em outubro do ano passado. Porém, uma das pessoas que participou ativamente da construção do projeto, Jaime Flach, teve problemas cardíacos. Assim, para que ele pudesse participar do momento, optou-se por prorrogar a realização.

Mas ele reforça que, o quanto antes for feito, melhor.

- Publicidade -

MAIS

- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui