Novos padres de Teutônia e Westfália assumem no dia 14

- Publicidade -spot_imgspot_img

A partir do dia 14 de janeiro, Teutônia e Westfália terão dois novos padres. Os padres Pedro José Ritter e Oséias Canísio Dreyer vêm para substituir os padres Eduardo Schuster e Neori Theisen. Padre Pedro será o pároco da Paróquia Nossa Senhor do Rosário, ou seja, o padre “titular”, que gerencia a paróquia. Já o Padre Oséias será o vigário paroquial, que auxilia o pároco. A posse acontece em missa no dia 14, a partir das 19h, com a presença do bispo, outros padres e comunidade. O momento será realizado na igreja matriz, no Bairro Canabarro.

Padre Pedro José Ritter é natural de Poço das Antas e estava atuando na Paróquia de Salvador do Sul. Já são 26 anos de experiência. Segundo ele, a expectativa ao chegar na Paróquia Nossa Senhora do Rosário é conhecer a comunidade. “É uma Paróquia grande, são dois municípios. Então precisamos conhecer. O primeiro ano é para conhecer”, reforça.

Segundo ele, o padre sempre vem com duas palavras-chave: ele é um pai e um pastor. “O pastor que cuida e conduz o povo. E o pai, também, aquele que cuida, mostra o caminho e a direção”, explica.

Continuidade e diálogo

Ritter afirma que pretende fazer o trabalho sempre com diálogo entre ele, o outro padre e as lideranças da comunidade. Salienta ainda que vai dar continuidade ao que vinha sendo feito pelo padre Eduardo Schuster, mas trazendo o seu jeito de ser. “Eu gosto de música, então, com certeza, vamos investir na música, na formação musical. Porque, como diz o Concílio Vaticano II, a liturgia é fonte e ápice da nossa vida cristã. E as celebrações são o momento alto em que a comunidade se reúne, e isso deve ser bem preparado”, exemplifica.

Ele destaca que o padre deve dar o seu melhor para que a comunidade possa rezar e celebrar bem. “Isso deve ser bem preparado, e eu procuro cuidar muito isso. Como também na catequese, nos movimentos, nas pastorais que a Paróquia tem”, salienta.

Afirma que a comunidade poderá contar com sua experiência, e também com o padre Oséias que é novo e “vem com todo o gás”. “Nós dois viemos para iluminar a comunidade e ajudar a continuar caminhando neste caminho bonito”, conclui.

Início da caminhada

O padre Oséias Canísio Dreyer, por sua vez, está iniciando a trajetória. Foi ordenado há um mês, em Estrela, de onde é natural, na Paróquia São Cristóvão. Em Teutônia, será a primeira paróquia em que exercerá o ministério como padre. No ano passado, foi diácono na Paróquia Nossa Senhora da Purificação, em Bom Princípio.

Padre Oséias Canísio Dreyer será o vigário paroquial /
Crédito das fotos: Arquivo Pessoal

Ele vem para Teutônia na expectativa de fazer novas amizades. “Colocando-me a serviço de Deus para, junto com o povo, viver o chamado que ele nos faz”, destaca. Diz que também quer auxiliar a comunidade. “Meu lema de padre, na ordenação, foi ‘ide e fazei discípulos meus’ e me remete à confiança que Deus tem comigo, de me chamar para realizar um projeto de vida colocando tudo que sou, talentos e dons, e também limitações, em prol do Reino de Deus”, afirma.

Ele conta que seu maior desejo é que “Deus possa reinar, que aquilo que ele sonha, de formarmos comunidade, vivermos como irmãos em busca da fraternidade e da paz, possam ser elementos que me coloquem cada vez mais a caminho”.

Junto com o padre Pedro, pretende, também, trabalhar para o bem da comunidade paroquial. “Estaremos à disposição para caminharmos com a comunidade, nos colocando cada vez mais a serviço”, pontua.

- Publicidade -

MAIS

- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui