Município vive o Festival de Música de Teutônia

- Publicidade -spot_imgspot_img

Todo o encanto da música pode ser ouvido, novamente, pelos corredores do Colégio Teutônia. Após dois anos de silêncio, devido ao adiamento causado pela Covid-19, o Festival de Música de Teutônia volta a trazer suas notas, acordes e melodias.

A programação de aulas propriamente dita iniciou na segunda-feira (18/7), quando o CT recebeu os quase 300 inscritos. Foram realizadas as aulas de instrumentos, além de oficina de coral. Durante a tarde, também foi organizada a Orquestra do Festival, que teve seu primeiro ensaio.

À noite, um momento cultural aberto à comunidade. O público que lotou o auditório do CT pode acompanhar as apresentações do Coral Infantojuvenil de Teutônia e, em seguida, o concerto da Orquestra de Câmara de Bento Gonçalves.

Foi também na noite de segunda-feira que as famílias da comunidade receberam os alunos que irão se hospedar em suas residências. Até sexta-feira (22/7), eles ficam hospedados nas casas de famílias.

O Festival seguiu na terça-feira (18/7). Foi mais um dia de aulas, além de oficinas de coral e de improvisação. Foram realizados ainda ensaios da Orquestra do Festival e da Orquestra Acadêmica. E também mais uma noite de programação aberta à comunidade. O público assistiu ao show com Vocal 5 e Coral Municipal de Teutônia.

Programação até sexta-feira

A programação do Festival segue durante toda essa semana. Todos os dias contam com as aulas de música, oficinas e ensaios. Hoje (20/7) à noite, a partir das 19h30, tem show com Trio Nelson Faria, Guto Wirtti e Márcio Bahia e apresentação cursos do Festival no auditório do CT.

Na quinta-feira (21/7), as apresentações, a partir das 19h30, são dos cursos do Festival, também no auditório do CT.

Encerrando a programação na sexta-feira (22/7), um dos momentos mais aguardados: o concerto da Orquestra Acadêmica e Orquestra do Festival. O ponto alto do evento reúne todos os participantes das aulas e oficinas que apresentam o que foi trabalhado durante toda a semana em um emocionante espetáculo.

Oficina de corais integrou programação / Crédito da foto: Luciana Brune

Presente para a comunidade

A programação iniciou no domingo (17/7), com o concerto do Conjunto Instrumental do CT. O grupo contou com participações especiais dos professores do festival e da cantora Laura Dalmás. O auditório da Sicredi Ouro Branco, que recebeu a programação, ficou lotado.

A programação também é uma forma de celebrar os 70 anos do CT, completados exatamente no dia 17. “O Festival este ano é um presente, não só para o CT, mas para a comunidade de Teutônia. Vibramos porque a música, a arte, dentro deste espectro de 70 anos de Fundação Agrícola sempre estiveram presentes. E acreditamos na formação que a música e a arte proporcionam a todos aqueles que com elas se envolvem”, considera o diretor do CT, Jonas Rückert.

Rückert avalia que o Festival de Teutônia figura entre os quatro maiores festivais do estado. “Começa a ter uma expressão em nível nacional”, aponta. Reforça que ele tem uma característica única que é atender estudantes em formação musical, em nível mediano e avançado. “Há espaço para todos. É um festival de muita inclusão, todos são bem-vindos e todos podem, dentro do nível que estão desenvolvidas suas habilidades”, salienta.

Ainda na abertura, o diretor artístico do Festival, Pedrinho Figueiredo, apresentou os professores que ministram cursos de instrumento, palestras e oficinas. “Estou muito feliz com o crescimento do Festival e vislumbro eventos ainda maiores. Esse time de talentos musicais é muito qualificado”, disse.

- Publicidade -

MAIS

- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui