Linha Clara tem nova corte do Tiro Rei

1019
Nova corte do Tiro Rei / Crédito da foto: Paloma Griesang

A Associação Cultural e Recreativa de Linha Clara realizou neste domingo (25/9) mais uma edição do tradicional Tiro Rei. A última edição havia ocorrido em 2019, e nos dois anos seguintes ficou paralisada devido à pandemia. A tradição centenária só havia sido paralisada outra vez durante a Segunda Guerra Mundial.

A programação iniciou ainda pela manhã com a recepção da corte de 2019 na sede da entidade. Às 11h iniciaram as competições de tiro. Ao meio-dia, foi servido o almoço. E durante a tarde seguiram as competições e também a festa.

Ao final da tarde, foi conhecida a nova corte de melhores atiradores. Cumprindo a tradição, o público, junto com a banda, se dirigiu com muita animação e música até o alvo. Este foi retirado, e então foram anunciados o novo rei e rainha. O rei e a rainha são aqueles que conseguem os melhores tiros do dia.

Coube a Daiane Stapenhorst e Décio Schneider receberam a faixa de Rei e Rainha do Tiro Rei 2022. Eles receberam as faixas dos até então Rei e Rainha, Werner Wiebush e Alice Landmeier.

Seguindo o que dita os costumes, a cerimônia seguiu com o alvo sendo conduzido de volta ao salão com a banda e o público. Já no local, o restante da corte foi anunciado. Completando a corte feminina, a primeira princesa Helena Schneider e a segunda princesa Janaína Krützmann. Completando a corte masculina, o primeiro cavaleiro Wilson Wiebush e o segundo cavaleiro André Landmeier.

Foi anunciado ainda o melhor atirador. O melhor atirador é aquele que soma a maior pontuação nos três tiros, não sendo necessariamente o rei ou rainha. Mas neste ano, um empate fez com que a disputa pelo posto fosse decidida entre o rei e a rainha. No desempate, Daiane Stapenhorst foi consagrada a melhor atiradora.

A coroação oficial da corte ocorre em março do ano que vem durante o Baile do Rei.

Pesando em incentivar a tradição entre os mais jovens, adolescentes a partir dos 12 anos puderam disputar com a carabina de pressão, tudo sob supervisão de pais e responsáveis. Os três melhores também foram premiados. Em 1º lugar ficou Richard Braun, em 2º Arthur Landmeier e em 3º Douglas Pott.

Também foi disputada a categoria masculino e feminino do tiro de pressão. No feminino, ficou em 1º lugar Deise Brackmann. No masculino, em 1º lugar André Landmeier, em 2º lugar Silvério Schwingel e em 3º lugar Décio Schneider.

- publicidade -