Canabarrense e União da Germano são campeões do Intermunicipal Sicredi após pênaltis

2392
Canabarrense comemorou o título inédito em sua praça esportiva / Crédito: Carla Beckmann

O 1º Campeonato Municipal Intermunicipal Sicredi encerrou na tarde deste domingo (21/5), na praça de esportes do Grêmio Recreativo Canabarrense, no Bairro Canabarro, em Teutônia. Cerca de 2.500 torcedores acompanharam a tarde emocionante de futebol e disputa de pênaltis. O Canabarrense voltou ao “antigo casarão” e já no primeiro campeonato levantou o troféu de campeão da categoria Titulares. Nos Aspirantes, o União de Linha Germano faturou o caneco.

- publicidade -

A decisão dos Titulares teve emoção do início ao fim. O Juventude surpreendeu o Canabarrense logo a 2min30, quando Maiquel Kalkmann ficou na cara do goleiro Kicha, deu um leve toque e abriu o marcador. A resposta do tricolor não demorou. Aos 4min30, Domini cruzou da direita e o zagueiro Black cabeceou: 1 a 1. O Canabarrense manteve o ritmo forte de marcação. Em escanteio cobrado aos 14min30, a bola cruzou toda área do Juventude e no segundo pau apareceu Kiki para virar o marcador: Canabarrense 2 a 1.

A partir daí, as equipes baixaram o nível de adrenalina e entraram no modo de racionalidade. O Juventude tomou a iniciativa e propôs o jogo. O Canabarrense neutralizava as ações do adversário e apostava nos contragolpes para tentar ampliar. Chances foram desperdiçadas, os goleiros evitaram os gols e as defesas evitavam ataques mais fortes.

O placar se encaminhava para o título do Canabarrense no tempo normal. No entanto, aos 49min, surge o lance que mudaria tudo. Ricardo Zuchi conseguiu boa jogada pela direita e cruzou para a área; no meio da área entrou Maiquel Kalkmann para empurrar às redes e empatar o jogo para o Juventude: 2 a 2.

Nas cobranças de pênaltis, o Canabarrense converteu as 5 cobranças, com Marciel, Igor, Black, Tales e Kiki. O Juventude marcou 4 vezes, com Ricardo Zuchi, Diego Gago, Tiago e Maiquel; o capitão Fernando chutou para fora. A vitória por 5 a 4 deu início à festa do Canabarrense, com direito a sinalizadores, muitos gritos e celebração pela conquista.

O numeroso público presente acomodou-se no entorno de todo o gramado e surpreendeu até mesmo os mais otimistas dirigentes do Canabarrense. A estrutura montada e os detalhes observados garantiram um espetáculo digno de final, com charangas e colorido especial.

União reverte nos Aspirantes

Depois de levar um 4 a 0 no primeiro jogo da final, o União da Germano reverteu a situação diante do Esperança, na categoria Aspirantes. Logo cedo, o União abriu o placar com Gustavo, em cobrança de pênaltis. Pouco depois, o zagueiro Silvinho marcou de cabeça e fez 2 a 0 para o União. Ainda na etapa inicial, o União teve a chance de ampliar em nova penalidade: desta vez, Gustavo errou. Durante a segunda etapa, enquanto que o Esperança tentava diminuir e empatar, o União desperdiçou oportunidades de ampliar e definir.

O placar de 2 a 0 para o União levou a disputa para os pênaltis. Após nove cobranças para cada equipe e grandes atuações dos goleiros Emanuel (União) e Daniel (Esperança), o União comemorou o título ao vencer por 5 a 4. A festa iniciou dentro de campo e se estendeu para o lado externo.

- publicidade -