Presidiária precisou ser contida durante revista em Lajeado

Dentro do Presídio Feminino, a detenta investiu contra os agentes penitenciários, sendo necessário o uso de arma de choque.

871

Uma detenta do Presídio Feminino Estadual de Lajeado precisou ser contida durante revista realizada na terça-feira (30/6) na instituição.

- publicidade -

Era realizada a operação preventiva de rotina e revista nas internas e nas celas. Durante a diligência, uma detenta de 31 anos, natural de Porto Alegre, não aceitou as ordens e tentou incitar as demais presas para que não obedecessem.

Com isso, a mulher foi retirada do pátio e realocada para a cela de contenção, utilizada para atos de indisciplina, tendo sido prosseguido o trabalho. Quando a polícia penal foi realizar a revista na presa que estava na cela de contenção, ela investiu contra as agentes. Foi necessário intervir, sendo efetuado um disparo com a arma de choque.

Após a carcerária permitiu a revista, foi algemada e conduzida até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para avaliação médica e levada até a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) para o registro por desobediência.

- publicidade -