Finais da Série A do Regional serão dias 10 e 17 de dezembro na Arena Alvi Azul

1599
Estudiantes e Serrano definiram datas e locais das partidas decisivas // Crédito: Lucas Leandro Brune

A Associação de Ligas do Vale do Taquari (Aslivata) reuniu os clubes finalistas da Série A da Copa Certel Sicredi Aslivata na noite desta segunda-feira (27/11), na sede da entidade em Lajeado. Estudiantes de Lajeado (Titulares), Serrano de Encantado (Aspirantes e Titulares) e Juventude de Westfália (Aspirantes) estavam presentes para definir os detalhes para a disputa das finais. Os jogos serão dias 10 e 17 de dezembro, e os clubes decidiram por fazer as partidas na Arena Alvi Azul, do Lajeadense.

Datas dos jogos – Na reunião técnica do Regional do dia 15 de julho, o Estudiantes reservou a data de 10 de setembro para a festa do clube. A festa foi reprogramada para 3 de dezembro, em função da enchente de setembro. “A data foi respeitada desta forma”, destacou o presidente Vianei Hammes. Datas das finais ficam para os dias 10 e 17 de dezembro, com início às 14h (Aspirantes) e 16h (Titulares) nas duas partidas. Os ingressos ficará em R$ 15,00. A entrega oficial da premiação será na semana posterior à final.

Locais dos jogos – A partir da semifinal, Aslivata pode determinar locais dos jogos. Para a final foi apresentada a sugestão de fazer na Arena Alvi Azul (do Lajeadense), com valor de aluguel de R$ 1.100,00, com direito a explorar ingressos, copa e cozinha. Cada clube mandante será responsável pela organização do jogo com supervisão da Aslivata.

Serão exigidos 20 seguranças de empresa privada, contratados pela Aslivata e pago 50% pela liga e 50% pelo clube mandante. “É jogo para 5 mil pessoas e todos saem ganhando”, explanou o tesoureiro Moacir Mantovani. A Aslivata definiu que pagará o aluguel dos jogos e garantirá uma bola para cada clube.

Disciplina – Serrano tem a melhor campanha (leva o segundo jogo como mandante) e tem a melhor disciplina (leva R$ 600,00 de bônus).

O presidente da Aslivata, Vianei Batista Hammes, iniciou a reunião explicando porque o grupo foi bloqueado pelos debates existentes entre alguns dirigentes. Também recomendou atenção às manifestações públicas ofensivas. “Se atentem ao regulamento quanto às palavras ofensivas direcionados a arbitragem e organizadores. Cuidem o que vão expressar. Orientem os atletas e dirigentes, porque senão o regulamento vai pegar”, advertiu.

- publicidade -