Projeto de gestão para as escolas é apresentado a diretores da rede municipal

957
Prefeito Marcelo Caumo apresentou o projeto aos gestores de escolas/Crédito da foto: Divulgação
Diretores de escolas de toda a rede municipal de ensino conheceram nesta quarta-feira (21/6) uma proposta de projeto que vai ajudar Lajeado a melhor gerenciar os recursos investidos na educação e, assim, qualificar o ensino e ampliar a oferta de vagas no município. A proposta foi apresentada pelo prefeito Marcelo Caumo, pela vice-prefeita Gláucia Schumacher e pela secretária de Educação, Vera Plein, aos mais de 40 gestores das 23 Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs), 18 escolas de Ensino Fundamental (EMEFs) e 6 Projetos Vida.
A prefeitura está ainda finalizando a análise para posterior contratação do projeto, que será executado pelo Centro de Excelência e Inovação em Políticas Públicas (CEIPE) da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getúlio Vargas (FGV) do Rio de Janeiro. A responsável pelo trabalho será a professora Dra. Claudia Costin, considerada uma das maiores especialistas do mundo em políticas educacionais, acompanhada de sua equipe.
Durante uma conversa informal com Claudia, que estava em Porto Alegre para um evento, a prefeitura apresentou suas principais necessidades na área da educação: ampliar a oferta de vagas na Educação Infantil, preparar um planejamento de longo prazo para a área e analisar a qualidade do recurso investido. Para 2017, por exemplo, estão previstos investimentos de R$ 77 milhões para a educação. Após a conversa, foi solicitada uma proposta de trabalho que atuasse sobre as três frentes necessárias. A proposta do CEIPE/FGV, encaminhada no início de junho, foi avaliada internamente e depois apresentada ao Conselho Municipal de Educação, na segunda-feira (19/06) e agora aos diretores. “A educação é um problema muito complexo. Todo dia, há problemas urgentes para serem resolvidos. Mas precisamos pensar no longo prazo, em um projeto de futuro. Como administração, não podemos apenas pensar em como resolver os próximos quatro anos na educação, mas sim, devemos pensar neste projeto para Lajeado em 10, 20 anos. Por isso, acreditamos que a proposta deste projeto pode fazer muita diferença para qualificar ainda mais a nossa rede e nos ajudar a fazer a melhor gestão dos recursos públicos”, explicou a vice-prefeita Gláucia Schumacher.
A estimativa da administração é que a contratação do projeto do CEIPE/FGV seja encaminhado até o final de junho e comece a ser executado em julho. A proposta prevê sete meses de trabalho, sendo dividido em três etapas: diagnóstico, estruturação e implementação. “Ficamos muito entusiasmados com a proposta da Claudia Costin e com todo o conhecimento que ela poderá trazer para a nossa Lajeado. Educação é o nosso maior compromisso e precisamos dar o encaminhamento adequado a esta questão, que considere o longo prazo e nos mostre alternativas para gerenciar melhor o grande investimento que já fazemos na área. A receptividade do Conselho e dos diretores à proposta apresentada só nos deu mais certeza de que estamos no caminho certo. Queremos que este trabalho seja um legado para os próximos anos e coloque Lajeado como referência estadual e nacional no acesso e na qualidade do ensino”, avalia o prefeito Marcelo Caumo.
Fonte: AI Lajeado
- publicidade -