Festival de Música inicia no domingo

725
Programação artística, oficinas e cursos integram evento promovido pelo Colégio Teutônia/Crédito da foto: Leandro Augusto Hamester/Divulgação

No próximo domingo, dia 16, inicia o Festival de Música de Teutônia 2017, evento que se estende até o dia 20 de julho, promoção do Colégio Teutônia. O concerto de abertura será com o Conjunto Instrumental do Colégio Teutônia, que apresenta o repertório da Turnê Europa 2017 no Auditório da Sicredi Ouro Branco, no Bairro Languiru, a partir das 19h30min. Aberto ao público e com entrada franca, os ingressos, limitados, devem ser retirados antecipadamente na Recepção do CT.

- publicidade -

A programação artística da 3ª edição do Festival segue no dia 17, com apresentação da Big Band Comunitária UPF, às 20h. No dia 18, a atração será Renato Borghetti Quarteto, novamente às 20h. No dia 19 ocorre Recital de Professores e Estudantes, igualmente às 20h. Fechando a programação, no dia 20 haverá o Concerto de Encerramento com a Orquestra Acadêmica (composta pelos professores do Festival, professores de música do CT e estudantes do Festival que estiverem aptos ao repertório, selecionados pelos professores de cada curso) e com a Orquestra do Festival (todos os instrumentistas), a partir das 20h. Esses eventos ocorrem no Auditório Central do Colégio Teutônia, com entrada gratuita.

 Oficinas e cursos

Destinado a estudantes de música e ao público em geral, o Festival de Música de Teutônia 2017 é uma oportunidade diferenciada de aperfeiçoamento por meio de oficinas de instrumentos, da prática de conjunto e de concertos abertos ao público, e integra as festividades pelos 65 anos do Colégio Teutônia, celebrados no próximo dia 17 de julho.

Com a proposta de difundir e valorizar a música em geral, erudita e popular, o Festival oferece aos estudantes o contato com o trabalho técnico-musical de renomados profissionais da música, vindos de várias cidades do Estado; oportuniza a vivência da música por meio de oficinas de cordas, sopros, canto, percussão e musicalização; e promove o intercâmbio e a troca de experiências entre os músicos participantes, além de contribuir para o crescimento cultural da comunidade.

Serão 16 cursos de instrumento e três oficinas ministradas por 16 renomados professores. O maestro do Festival será Gilberto Salvagni e as oficinas de improvisação serão ministradas por Pedro Figueiredo e Daniel Sá, enquanto que a de prática de coro com Franceli Zimmer. Os cursos estão divididos em arranjo, com Gilberto Salvagni; violino, com André Isaia, Renata Bernardino e Márcio Cecconello; violoncelo, com Andrea Espinzo; trompete, com Elieser Fernandes Ribeiro; saxofone alto, com Rodrigo Ávila; saxofone tenor, com Diego Ferreira; trombone, com José Milton Vieira; flauta transversal, com Pedro Figueiredo; clarinete, com Diego Grendene de Souza; bateria, com Ricardo Arenhaldt; baixo elétrico, com Fábio Alves; guitarra, com Daniel Sá; teclado, com Djeison Borges; canto coral e técnica vocal, com Franceli Zimmer.

- publicidade -