Novos ares da educação em debate

O Fórum Internacional de Educação do Vale do Taquari reúne mais de 1,3 mil em Estrela e traz discussão central em torno dos novos conceitos educacionais

587

O Fórum Internacional de Educação do Vale do Taquari segue com sua programação ao longo desta sexta-feira e neste sábado pela manhã. A abertura oficial ocorreu no início da noite de quinta-feira, no Centro Comunitário Cristo Rei, local dos encontros e palestras. Evento tem mais de 1,3 mil profissionais da educação da região envolvidos. Tem por objetivo discutir, apresentar modelos, visões de renomados profissionais e qualificar os participantes em meio ao processo de revolução pelo qual a educação passa, principalmente com as mudanças estruturais em virtude dos Planos Municipais, Estaduais e Nacional de Educação, e da nova Base Nacional Curricular.

- publicidade -

O Fórum é promovido pela Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) e Associação dos Secretários Municipais de Educação do Vale do Taquari (Asmevat), com apoio do Governo de Estrela e organização do Instituto Educamax. Durante os três dias de atividades serão abordados temas como inclusão; a criança como sujeito do processo de construção do conhecimento; importância da articulação entre a Educação Infantil e as Séries Iniciais; tecnologias e metodologias ativas de aprendizagem; as relações entre a infância e o meio ambiente, técnicas de controle de atenção para a sala de aula e a nova Base Curricular Nacional.

Na abertura oficial, após recepção e a primeira apresentação do tenor Vitor Delazeri, algumas das lideranças presentes ao evento falaram ao público. O presidente da Asmevat, também Secretário de Educação de Estrela, Marcelo Mallmann, destacou a importância da união do meio em torno das novas referências educacionais. “A proposta de uma educação integral e mais humana deve ser inspiração para as grandes mudanças. E queremos prepará-los para esta nova realidade, buscando manter a educação do Vale do Taquari como referência”. O presidente da Amvat e também prefeito de Estrela, Rafael Mallmann, destacou que eventos desta magnitude só colaboram para fazer do Vale do Taquari um exemplo quando o assunto é a qualidade na educação. “Temos muitos e grandes profissionais aqui reunidos, preocupados em seguir com sua qualificação. E esta busca constante pelo aperfeiçoamento, este esforço em torno da modernização é que fazem da nossa região uma referência nacional, e só temos a crescer ainda mais neste sentido.”

Palestras

Logo após a solenidade o educador português José Pacheco palestrou sobre o tema “Educação humanizadora: múltiplos olhares”. Fundador da Escola da Ponte, no Distrito do Porto, em Portugal, ele defende um modelo de aprendizagem baseado na ética e na formação do aluno como cidadão e participante de uma comunidade, valores que sustentam o modelo construído há mais de 40 anos em Portugal. O sistema da escola, bastante distinto do ainda utilizado em todo o Brasil, não baseado na seriação ou ciclos e os professores não são responsáveis por uma disciplina ou por turmas específicas. As crianças e adolescentes definem quais são suas áreas de interesse e desenvolvem projetos de pesquisa, tanto em grupo ou individuais.
Na manhã desta sexta-feira, após credenciamento, ocorreu palestra com a Diretora do Instituto Aprender a Ser, Emilia Cipriano, com o tema “A criança como sujeito do processo de construção do Conhecimento” Depois foi a vez do psicólogo na SME/Esteio, Coordenador do Pólo UAB/Esteio, Cláudio Luciano Dusik, que teve como tema da palestra “Para além da inclusão, aprender!”. O Fórum segue à tarde, após almoço.

- publicidade -