Situação de emergência em Imigrante foi homologada pelo Estado e reconhecida pela União

Imigrante decretou situação de emergência em razão de desmoronamentos de rochas e detritos na localidade de Vale da Harmonia

493
Imigrante decretou situação de emergência em razão de desmoronamentos de rochas e detritos na localidade de Vale da Harmonia
Imigrante decretou situação de emergência em razão de desmoronamentos de rochas e detritos na localidade de Vale da Harmonia. Moradores e pessoas que trafegam pela localidade estão em risco, pois o desmoronamento compromete a estrada, que também interliga Imigrante ao município de Boa Vista do Sul.
Tanto o Estado quanto à União, publicaram o reconhecimento da Situação de Emergência no dia 17 de julho. No dia 19 de julho, o Prefeito Municipal Celso Kaplan, juntamente com o Secretário Municipal da Administração, Planejamento e Finanças, Emiliano Romagna e o Coordenador Municipal de Proteção e Defesa Civil Ernani Schneider, estiveram na Coordenadoria Estadual da Defesa Civil.
Na oportunidade, o comando da Defesa Civil do Rio Grande do Sul, disponibilizou uma equipe técnica para orientar o Município de Imigrante quanto aos procedimentos a serem tomados na região onde ocorreram os desmoronamentos de terras, quais as diretrizes e medidas que a Administração Municipal deve adotar para a recuperação do local e manter a segurança das famílias que possam ser atingidas e das pessoas que utilizam a estrada diariamente.
“Estamos engajados em resolver o problema da estrada da Vale da Harmonia e tratando o assunto como prioridade. Agora, com o reconhecimento da Situação de Emergência a nível Estadual e Federal, o processo para liberação de recursos pela União passa a ser de ordem técnica, e com o apoio e orientação que tivemos da Defesa Civil Estadual, nosso pessoal certamente está amparado de instruções e munido de contatos próximos para elaborar toda a documentação necessária para encaminhar com maior agilidade” afirma Kaplan.
Após o encontro com a Defesa Civil, a comitiva participou da reunião que ocorreu na Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (FAMURS), para debater sobre o projeto de lei que tramita na Assembleia Legislativa que autoriza o governo do Estado a habilitar veterinários do setor privado para realizarem a inspeção sanitária em agroindústrias que produzem alimentos de origem animal. Atualmente ela é realizada somente por servidores públicos.
- publicidade -