Uma noite para conhecer a trajetória dos imigrantes alemães

935
A peça retratou as dificuldades dos imigrantes alemães - CRÉDITOS DA FOTO: Édson Luís Schaeffer

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Leopoldo Klepker, do Bairro Alesgut, trouxe a Teutônia nesta sexta-feira, dia 18 de agosto, a peça teatral A Sapataria, da companhia de teatro Curto Arte, de Dois Irmãos. A programação, que teve a abertura do grupo de danças alemãs Teutotanzgruppe, do Bairro Languiru, ocorreu no ginásio da Escola.

A encenação, baseada em fatos reais, é uma homenagem aos imigrantes alemães na região. A peça relata a história da vinda de um casal de imigrantes alemães ao Brasil. Trata as dificuldades ao se estabelecer nas colônias e construir moradias. Helmut resolve continuar a profissão que tinha em sua terra natal, fabricando chinelos de madeira, enquanto Verna prepara roupas de tricô. A montagem é permeada pela esperança do casal em trazer seus filhos, Alceu e Anna, que ficaram na Alemanha.

A atividade integrou o projeto norteador da Secretaria Municipal de Educação: “Teutônia, quero-te rica, grande em saber”. Um dos eixos desta iniciativa é a cultura, onde a escola trabalhou a cultura alemã, base de Teutônia, sem esquecer as outras etnias e culturas presentes no município. Estima-se que a escola atende alunos com origem de mais 80 cidades.

Teutotanzgruppe se apresentou no evento promovido pela EMEF Leopoldo Klepker – CRÉDITOS DA FOTO: Édson Luís Schaeffer
- publicidade -