Mais de 216 postes serão trocados e instalados em Estrela

Investimento da RGE supera os R$ 1,2 milhões apenas na obra de ampliação da rede de distribuição de energia no município

672
Representantes da RGE Sul e da Conecta, em visita ao prefeito em exercício Valmor Griebeler, e ao secretário de Obras, Cristiano Nogueira da Rosa/Crédito da foto: Rodrigo Angeli/Divulgação

O prefeito em exercício de Estrela, Valmor Griebeler, e o secretário de Obras Públicas, Cristiano Nogueira da Rosa, receberam na tarde desta sexta-feira a visita de representantes da RGE Sul e da Conecta, empresas responsáveis pela realização e execução da obra de ampliação da nova rede de energia do município, cujo investimento supera os R$ 1,2 milhões, e que entre outras medidas exige a troca ou instalação de 216 ou mais postes e cinco quilômetros de rede.

- publicidade -

Griebeler destacou o investimento exigido e os avanços que serão alcançados com o novo projeto. “Claro que tudo que exige obras, adequações físicas, enfim, traz um pouco de transtorno, imprevistos ocorrem, mas os benefícios para a cidade e a população serão muitos e por muitos anos, por isso pedimos apenas neste curto espaço de tempo um pouco da compreensão e paciência de todos”, diz.  Os executores do projeto destacaram que se trata sim de uma espécie de obra que pode mesmo trazer alguns transtornos, como sujeira, buracos nas vias e calçadas, máquinas nas ruas e estas fechadas ou com desvio do trânsito. “Muitas vezes até pelo tipo do solo, rochoso, profundo, traz mais estrago e exige maior esforço e tempo, além do ocasionar alguns imprevistos”, explica Cristiano Guedes da Silva, Consultor de Negócios da RGE, presente ao encontro.

O secretário Cristiano da Rosa fez um pedido especial para que alguns cuidados sejam tomados, principalmente nos próximos dias, em razão da aproximação da Multifeira. “Tivemos algumas reclamações feitas por nossos cidadãos, pelo motivo da falta de sinalização em alguns pontos, o caso de alguns buracos que demoraram pra serem fechados, mas temos certeza que foram exceções perto do tamanho da obra”, destaca. “O que pedimos é para que, com a aproximação da nossa Multifeira, que sejam tomados ainda mais cuidados para com as nossas principais vias, até por uma questão estética, já que vamos receber um grande número de visitantes e a cidade deve estar bonita e bem preparada para atendê-los”, diz.

Por conta disso, será feito um estudo do cronograma de execução do restante da obra, até para que durante a Multifeira as operações transcorram longe do perímetro da festa e dos principais pontos da cidade. Neste sentido, os responsáveis destacaram que já são tomadas medidas para que os transtornos sejam os menores possíveis, tanto que sempre dentro do possível, por exemplo, o desligamento da energia na área central é marcado para finais de semana e feriados, prejudicando menos o comércio e serviços. Iniciada em 14 de julho, a obra tem previsão de ser toda executada até 22 de setembro.

- publicidade -