Mobilização regional obtém avanço para setor leiteiro

Governo do Estado deve revogar decretos que reduziram imposto para importação de leite em pó

630
Setor leiteiro é um dos destaques na região

O secretário da Agricultura de Estrela, José Adão Braun, recebeu informação, do presidente estadual do Partido Progressista (PP), Celso Bernardi, de que o governo do Estado deve anunciar a revogação dos decretos que reduziram o imposto para a importação de leite em pó.  A diminuição do tributo estava causando grandes prejuízos à cadeia leiteira. Segundo ele, isto é o resultado de uma grande mobilização regional, com a participação do Codevat, Amvat, Fetag, Emater, sindicatos, cooperativas, entre outras entidades do Vale do Taquari, que há bastante tempo trabalham nesta questão e na defesa de uma política para a cadeia do leite.

No dia 17/08, em encontro em Forquetinha, Braun havia solicitado o apoio de Bernardi, de deputados e da senadora Ana Amélia Lemos e, entre as sugestões que apresentou, estava a suspensão dos incentivos tributários concedidos pelo governo, que facilita as importações, principalmente do Uruguai. “Acredito que todas as informações prestadas e apelos feitos por este grupo de trabalho às autoridades foram fundamentais para que isto acontecesse.  Seguramente o aumento do imposto vai dificultar a situação dos importadores e melhorar a vida dos nossos produtores. Trabalhamos pelo que é justo para nossa gente”, afirma.  Braun, que comemora este passo inicial para diminuir a crise no setor leiteiro.

De acordo com o secretário, a situação atual tem causado desequilíbrio na oferta e consumo de leite. Esta instabilidade, e a falta de políticas públicas, fez com que os vales do Taquari e Caí perdessem, somente no ano passado, 15,78% dos produtores de leite.

No encontro em Forquetinha Braun ressaltou, aos parlamentares, a presença expressiva da atividade leiteira na maioria das propriedades do Vale do Taquari e sua importância econômica e social. “Devemos também destacar o alto grau de qualidade da produção, com forte apoio das Administrações Municipais, os investimentos em modernas instalações, equipamentos, material genético, cuidados sanitários, dieta e manejo, adequados e exigidos pelo mercado”, frisou. Segundo ele, a bacia leiteira do Vale pode ser considerada uma das mais importantes e qualificadas do Estado.

- publicidade -