Curso de Medicina da Univates é reconhecido pelo MEC

629

Com atividades iniciadas no primeiro semestre de 2014, o curso de Medicina da Universidade do Vale do Taquari – Univates foi submetido, em março deste ano, a uma avaliação in loco, tendo alcançado, em uma escala de 1 a 5, o conceito 4, que indica ter diferencial de qualidade. Na sequência, o curso foi encaminhado para parecer do Conselho Nacional de Saúde (CNS) e posterior análise final da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres). Na última quinta-feira, 24, de acordo com a Portaria MEC nº 938, o curso foi legalmente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

- publicidade -

De acordo com a procuradora institucional da Univates, Iranice S. Theves Heisser, o reconhecimento é condição necessária para a validade nacional dos diplomas emitidos pela Instituição. “Isso significa a consolidação do curso de Medicina e autorização definitiva do MEC para ele funcionar, pois cumpre os padrões exigidos”, explica ela.

O coordenador do curso, professor Luiz Fernando Kehl, declara que o reconhecimento confirma a qualidade do curso, já destacada na avaliação in loco, e que o objetivo daqui para frente é mantê-la. “Vale destacar que 67% dos cursos de Medicina do Brasil receberam nota satisfatória (4 e 5) e a Univates está nesse grupo”, frisa ele. Kehl acrescenta ainda que o reconhecimento é resultado do esforço coletivo da Univates, representada pela Reitoria, corpo docente, estudantes e funcionários, agregados à representatividade da comunidade externa.

Iranice explica que o reconhecimento é solicitado pela instituição de ensino quando o curso de graduação tiver completado entre 50% e 65% de sua carga horária total (e antes de completar 75%).

- publicidade -