Centro de Cultura de Estrela sedia exposição “Do manual ao digital”

O processo de transição entre as técnicas manuais e a inevitável presença da tecnologia no processo de criação

479
Augusto e Gustavo expõem trabalhos no Centro de Cultura até o dia 2 de agosto

Com o avanço das novas tecnologias, o mundo globalizado vive a cultura do imediatismo, onde tudo precisa ser rápido. Esta cultura está presente também nas artes gráficas e, com o intuito de mostrar que é possível trabalhar tanto de forma manual quanto digital sem perder a qualidade, o Centro de Cultura e Turismo Bertholdo Gausmann, de Estrela, sedia, de 16 de julho a 2 de agosto, a exposição “Do manual ao digital”.  São 16 trabalhos dos irmãos e designers Gustavo Braz da Rosa Carvalho e Augusto Braz da Rosa Carvalho, de 25 anos. “Nosso objetivo é apresentar técnicas em desenho, mostrando que e possível trabalhar com as duas (técnicas), sem perder a qualidade”, enfatiza Gustavo. Segundo ele, a exposição faz um comparativo entre o manual e digital. Conforme Gustavo, a arte manual vem perdendo espaço em função das novas tecnologias, tornando a digital mais atraente pela facilidade na produção. “Queremos valorizar a manual, e a exposição apresenta estas duas formas de produção, fazendo um contraponto entre ambas”, explica. O desenho faz parte do cotidiano dos irmãos desde a infância, quando também começaram a produzir bonecos com variados tipos de materiais – como papel, tecido e outros. “Aproveitamos materiais que muitas vezes temos em casa, como caixas de sapato”, conta Gustavo, salientando que nestes casos, se houver algum dano, é mais fácil a reposição. “O desenho e os bonecos andam juntos, seguem coexistindo e um inspira o outro de vez em quando”, relata.  

- publicidade -