Coral Municipal Anos Dourados difunde, há 10 anos, a tradição teutoniense no canto coral pelo Estado

Coral da Melhor Idade tem representado o município em diversos locais do Estado, além de realizar concerto solidário para a comunidade teutoniense

280
Coral Anos Dourados participou de diversos eventos, como o Festival de Coros em Mato Leitão / Crédito da foto: Divulgação

Teutônia é a Capital Nacional do Canto Coral. São mais de 1 mil vozes em mais 1 mil que difundem a tradição trazida com os antepassados às novas gerações. Dentre os coros está o Coral Municipal Anos Dourados, que conta com integrantes da Melhor Idade e que tem representado o município, há 10 anos, em diversos locais do Estado, além de realizar apresentações para a comunidade teutoniense, incluindo concerto solidário.

Na terça-feira (dia 20/08), foi realizado o Concerto Solidário do Coral Municipal Anos Dourados, sob a regência do maestro Martin Altevogt, no Centro Avançado de Saúde do Bairro Canabarro. Na oportunidade, o coral apresentou o seu repertório e mostrando o porquê o município é a Capital Nacional do Canto Coral. “O propósito deste concerto foi aproximar o canto coral da comunidade, diversificando a plateia”, pontua Altevogt.

Na agenda deste ano ainda estão previstas participações na Missa do Idoso, na terça-feira (dia 24/09) no Bairro Canabarro, e no Encontro Municipal do Idoso na quinta-feira (dia 26/09), no Centro Comunitário Martin Luther no Bairro Languiru. E a tendência é de que mais apresentações venham a ocorrer.

Durante o ano o Coral Anos Dourados participou, dentre outras apresentações, do baile do Coral Castelo Forte, no Bairro Canabarro (dia 16/03); do Café Musical da Sogipa, em Porto Alegre (dia 18/05)); do Festival de Coros da Terceira Idade de Teutônia, no Bairro Teutônia (dia 23/05); da abertura do curso de Arranjos da Associação dos Coros de Teutônia, junto ao Sínodo Vale do Taquari, Bairro Centro Administrativo (dia 02/07); e do 4º Encontro Regional de Integração de Corais de Terceira Idade de Mato Leitão (dia 16/08).

O Coral Municipal Anos Dourados foi fundado em 2009, com o intuito de prestigiar e valorizar a experiência das pessoas da Melhor Idade na cultura do canto coral. “Da mesma forma, o Coral tem o objetivo de manter e qualificar a tradição legada pela colonização germânica, dando continuidade a prática do canto coral, para que possamos fazer jus ao slogan que o nosso município adotou como sendo a Cidade que Canta e Encanta”, enaltece o maestro Martin Altevogt, formado em Regência pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e que desde 2017 está à frente do Coral Anos Dourados.

Assim como o Coral Municipal e o Coral Municipal Infanto-Juvenil, o Coral Anos Dourados é mantido pela Secretaria de Juventude, Cultura, Esporte e Lazer. “Teutônia tem em sua essência o canto coral. Então, nada mais justo que mantermos e fomentarmos esta tradição, que tanto nos orgulha. E o Coral Anos Dourados tem contribuído muito nesta proposta”, coloca o titular da pasta, Jean Marcos Galvão.

Teutônia tem mais de 50 corais em atividade. Destes, 42 estão filiados à Associação dos Coros de Teutônia (Acote). Desde o dia 22 de dezembro de 2017, Teutônia é oficialmente a Capital Nacional do Canto Coral. A Lei Federal nº 13.563, que dá ao município o título, foi sancionada pelo presidente Michel Temer no dia 21 de dezembro de 2017. O projeto para tornar Teutônia a Capital Nacional do Canto Coral tramitou no Congresso Nacional por cerca de sete anos.

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui