Lajeado dá mais um passo importante para vinda do Colégio Tiradentes

83
Comitiva com Faisal Karam /crédito: Foto de divulgação

O Município de Lajeado deu mais um passo importante nas tratativas para a vinda do Colégio Tiradentes da Brigada Militar (CTBM). Nesta terça-feira (19/11), o prefeito Marcelo Caumo, o secretário de Segurança Pública, Paulo Locatelli, o promotor de justiça, Carlos Augusto Fiorioli, o comandante do CRPO-VT, coronel André Giuliani, e o diretor de Ensino da Brigada Militar, coronel Vladimir Ribas, receberam o sinal positivo do secretário estadual de Educação, Faisal Karam, que agora aguarda o expediente da 3ª Coordenadoria Regional de Educação (3ª CRE), se posicionando formalmente sobre a vinda ou não do Colégio Tiradentes para Lajeado.

Conforme Locatelli, informalmente, já existe o parecer favorável do órgão para vinda do Colégio para Lajeado. “Mas é necessária a formalização desta autorização”, pondera. Segundo ele, em caso de confirmação da vinda do CTBM para Lajeado, a decisão do prédio público onde funcionaria a unidade também será decidida, tecnicamente, pela 3ª Coordenadoria Regional de Educação.

Colégio Tiradentes

O Colégio Tiradentes da Brigada Militar (CTBM) existe desde o início da década de 80, com sua primeira unidade fundada em Porto Alegre. Atualmente, além de Porto Alegre, possui unidades em Santa Maria, Passo Fundo, Santo Ângelo, São Gabriel, Ijuí e Pelotas. Apesar de ser um colégio estadual subordinado à Secretaria Estadual de Educação, o CTBM está ligado ao Departamento de Ensino da Brigada Militar, e tem sempre como diretor um oficial superior do quadro da BM.

Em suas unidades, os alunos tem atividades em tempo integral, se dedicando aos estudos da grade curricular, realizando atividades físicas e recebendo formação cívica. De excelente qualidade, o ensino é público e gratuito. Uma parcela das vagas são destinadas para filhos de militares, mas a maioria é aberta para a sociedade civil. Contudo, as crianças e adolescentes precisam passar por um processo de seleção, sendo submetidas a provas teóricas e de disciplina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui