Superação e solidariedade sobre rodas em Estrela

- Publicidade -spot_imgspot_img

Estrela sediou, ao longo de todo o sábado (07/12), a Copa Faders – 46 anos – de Basquete em Cadeira de Rodas. O torneio amistoso marcou a premiação do Circuito Gaúcho 2019 masculino da modalidade E deu a oportunidade de o público local e visitante ter um exemplo prático de como é possível praticar esportes mesmo com limitações e deficiências físicas. O evento, que contou com a participação de cinco equipes do Estado e transcorreu ao longo do dia no Colégio Santo Antônio, também promoveu ato de solidariedade.

Vieram a Estrela as equipes Aspede – campeã gaúcha (Santa Cruz do Sul), Adau/Uri – vice-campeão (Erechim); Leme – 4º (Novo Hamburgo) e Blindados do Vale – 5º (Lajeado). A Cidef – 3º lugar (Caxias do Sul) e a Brothers – 6º (Canoas), que também disputaram o estadual, não puderam estar presentes, mas foram representadas pela AADP (Caxias do Sul). No torneio de Estrela, o topo do pódio teve uma reviravolta em relação ao Estadual. A campeã foi a Adau, seguida da Aspede, da Leme e da representante do Vale do Taquari, que conta com atletas de Estrela e outros municípios, entre eles Paulo Birck, idealizador da proposta de trazer a Copa para o Vale.

Os jogos iniciaram ainda pela manhã. Desde cedo as pessoas que passavam pela calçada do ginásio eram, pelos gritos de comemoração, esforço e outros sentimentos comuns ao esporte, convidadas a entrar no ginásio. Lá se admiravam com os exemplos de superação e adaptação. Aline Webers foi uma delas. “Nossa, é muito interessante. Vim comprar umas flores aqui no Centro e vi pela porta o movimento em quadra. Resolvi conferir. Pena que meu filho não está aqui comigo. Adora basquete. Iria adorar ver eles jogando. Vou voltar à tarde com ele”, garantiu. O vice-prefeito Valmor Griebeler foi outro que das arquibancadas ressaltou o esporte como ferramentas da inclusão e bem-estar social. “Precisamos apoiar estas e outras causas sociais e esportivas, e como sempre fazemos aqui em Estrela através da Smel, temos na multiplicidade do esporte um dos nossos eixos. Trata-se de um evento para demonstrarmos o quanto, com um pouco de vontade e apoio, dificuldades podem ser superadas e virarem sinônimos de alegria.”

Após a manhã de jogos, todos participaram de um almoço de confraternização. No início da tarde foi realizada a premiação do estadual, em solenidade que contou com a presença dos secretários municipais Jônatas dos Santos (Administração e Recursos Humanos) e José Itamar Alves (Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação); o deputado federal Maurício Dziedricki; o ex-deputado Marquinho Lang, presidente da Fundação de Atendimento ao Deficiente e ao Superdotado do Rio Grande do Sul (Faders), e representantes de apoiadores da Copa, como a Associação de Deficientes Físicos de Lajeado (Adefil); o Colégio Santo Antônio e a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Smel).

Papai Noel cadeirante

Durante a premiação, os atletas e organizadores promoveram também a solidariedade. Presentes, doados pelos jogadores, presentearam crianças assistidas pela Pousada da Criança de Estrela, que acompanhavam os jogos. Para surpresa de todos, quem fez a entrega foi Papai Noel, que também apareceu de cadeiras de rodas, completando uma história infantil lida no ato e que também envolve pessoas com deficiência física.

- Publicidade -

MAIS

- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -