Kit alimentação e prorrogação do IPTU são medidas econômicas em Garibaldi

233
Crédito: reprodução

O prefeito de Garibaldi, Antonio Cettolin, encaminhou nesta sexta-feira (27/03) para a Câmara de Vereadores, o projeto de lei que solicita autorização para a prorrogação nos prazos dos pagamentos do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Taxa de Coleta de Lixo e Imposto sobre Serviços Fixos (ISSF). A medida é para aliviar o bolso dos garibaldenses que estão impossibilitados de trabalhar. Além do projeto, o município adquiriu 400 kits alimentação que serão encaminhados a população diarista.

De acordo com o projeto de lei, fica prorrogado para o dia 15 de junho o pagamento da cota única e da primeira parcela dos tributos. A medida considera à situação de emergência pública que assola nosso País e os efeitos econômicos negativos causados pelas medidas restritivas decorrentes da pandemia do coronavírus (Covid-19).

O vencimento das parcelas do carnê seguirá o seguinte cronograma:15/06 – cota única com desconto de 3%; 15/06 – 1ª parcela; 15/07 – 2ª parcela; e 15/08 – 3ª parcela.

No que se refere aos kits alimentação, na segunda-feira (30/03) a organização do projeto estará na Secretaria de Trabalho e Assistência Social recebendo a população para a entrega. “Aquela senhora que faz limpeza na casa de alguém e não está mais indo devido ao Coronavírus; o pedreiro que trabalha diariamente ou semanalmente e também está em casa; também aquelas pessoas liberais, informais, que recebem recursos e compram sua comida”, explica o prefeito, se referindo ao público alvo.

- publicidade -