Combate ao coronavírus: Teutônia prepara Centro Ambulatorial para atendimento de doenças respiratórias

2696
Centro será montado no salão da Comunidade Evangélica Redentor, no Bairro Canabarro

De forma preventiva, Teutônia está preparando um Centro Ambulatorial para atendimento de doenças respiratórias no enfrentamento ao coronavírus. A estrutura está sendo montada no salão da comunidade Redentor, no Bairro Canabarro. “Vão ser consultas clínicas que vão ser atendidas neste local”, explica o médico Enrico Neiss.

Não se trata de um hospital de campanha, como se tem visto em grandes cidades, mas sim de um espaço destinado a atendimento de pessoas com sintomas de doenças respiratórias. “O Hospital [Ouro Branco] tem, por enquanto, como dar conta dos casos em um primeiro cenário. Este seria um centro de triagem de doenças respiratórias”, reforça.

Segundo ele, é uma ideia que está sendo montada porque o Município quer se preparar para um possível aumento muito rápido e abrupto de casos de doença respiratória. “Hoje ainda não temos este aumento considerável. Estamos conseguindo manejar isso nas nossas Unidades Básicas de Saúde sem nenhum problema, sem nenhum atraso e sem nenhuma espera”, pondera.

A estrutura está sendo preparada, mas ele avalia que “a nossa vontade é que não precise usar este espaço”, mas, “se precisarmos ela estará lá nos esperando para uma medida emergencial, com um ou dois dias para iniciar”.

Hoje, o município tem 115 casos suspeitos que não tem coleta de material para exames pois estes são exclusivos para pessoas internadas. Assim, se preparar para um aumento de casos leva em conta a possibilidade de desenvolvimento dos quadros destas pessoas e também o surgimento de novos casos. “Destes [115 suspeitos] muitos já estão bem. Por enquanto não temos os testes rápidos disponíveis, devem chegar na próxima semana. Aí será feito um protocolo de como usar estes testes. O Ministério [da Saúde] também vai enviar testes e estamos aguardando as orientações do Ministério da Saúde”, esclarece.

Por enquanto, os procedimentos continuam os mesmos, pois a estrutura não está em funcionamento. Pessoas com sintomas podem entrar em contato com a Vigilância Epidemiológica para receber as orientação. O contato pode ser feito pelo número 3762-7809. Em casos de sintomas leves não é recomendada a ida no hospital, apenas em caso de sintomas graves como dificuldade para respirar.

Medidas de isolamento estão funcionando

Neiss afirma que as medidas de isolamento, adotadas logo no princípio da pandemia no país, estão funcionando muito bem. “Aqui em Teutônia, em que a população fez corretamente a questão do distanciamento social, isso se reflete nos nossos números. Por enquanto Teutônia não tem casos positivos, temos 108 famílias em monitoramento, em um crescente um pouco mais lento essa semana. Esta estratégia está funcionando bem”, reforça. Por isso, ele reforça a importância de seguir com as medidas de higiene e de isolamento social.

- publicidade -

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.