Corais municipais de Teutônia eternizarão tradição do canto coral em CD

Disco contemplará 12 faixas do Coral Municipal, Coral Municipal Anos Dourados e Coral Municipal Infantojuvenil

230
Coral Municipal Infantojuvenil / Crédito da foto: Édson Luís Schaeffer/ Arquivo / Divulgação

Teutônia é a Capital Nacional do Canto Coral. São mais de 50 corais em atividade no município, sendo uma herança da colonização alemã, iniciada em 1858. As histórias centenárias de muitos destes grupos convergem com o surgimento e o desenvolvimento das comunidades. Como forma de reforçar esta identidade, Teutônia conta com três corais municipais, que eternizarão este legado em um CD.

O disco contará com 12 faixas do Coral Municipal (coral adulto), Coral Municipal Anos Dourados (cantores da Melhor Idade) e Coral Municipal Infantojuvenil. No repertório, estarão músicas gaúchas e popular. A previsão é de que os 1 mil CDs que serão produzidos inicialmente estejam à disposição na metade de dezembro.

Coral Municipal Anos Dourados / Crédito da foto: Édson Luís Schaeffer / Arquivo / Divulgação

Na terça-feira, dia 16 de outubro, ocorreu a assinatura do contrato com a empresa G. de Souza Educação Musical, de Roca Sales, que fará a pré-produção, gravação, edição, mixagem e masterização do CD, bem como a produção de foto e arte da capa e a duplicação do disco em 1 mil cópias. O investimento previsto é de R$ 17.500,00.

Toda a captação do áudio para o CD já foi feita. Devido à pandemia do Covi-19, os corais não puderam se encontrar para gravar em grupo. Assim, a gravação foi feita individualmente, ou seja, cada coralista, mediante agendamento, gravou a sua voz. Desta forma, cada voz precisa ser editada, para então realizar  a sincronização para dar a sonoridade do canto coral. Agora, iniciam as edições de áudio e elaboração do encarte para posteriormente fazer a duplicação.

Cada coralista gravou sua voz individualmente / Crédito da foto: divulgação

O CD visa eternizar um período de conquistas para o Movimento Canto Coral de Teutônia, com destaque para as leis de criação dos três coros municipais e o título de Capital Nacional de Canto Coral, auferido ao município por meio da Lei Federal nº 13.563/2017. O projeto para tornar Teutônia a Capital Nacional do Canto Coral tramitou no Congresso Nacional por cerca de sete anos, sendo sancionado pelo então presidente Michel Temer no dia 21 de dezembro de 2017.

Os três corais municipais também têm se reinventado durante a pandemia. Os ensaios foram mantidos, mas de forma virtual, sendo que ao longo do período sem os encontros presenciais foram produzidos vários mosaicos culturais que viralizaram nas redes sociais. O Coral Municipal Infantojuvenil está sob regência do maestro Marlon Gaussmann, enquanto os corais Municipal e Anos Dourado estão sob regência do Martin Altevogt.

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui