Governo de Estrela encaminha terceira etapa do projeto de eficiência energética

Autorização para abertura de processo licitatório ocorreu esta semana, para a colocação de mais 1.081 luminárias de Led

170
Iluminação de Led, como na Avenida Guilherme Siepmann, reduz consumo e aumenta segurança / Crédito da foto: Guilherme Siepmann / Divulgação

O Governo de Estrela está encaminhando, para execução, a terceira fase do projeto de Eficiência Energética. Nesta semana o secretário da Fazenda, Henrique Lagemann, autorizou a abertura do processo licitatório. Serão contempladas mais 103 ruas do município, onde 1.081 luminárias convencionais serão substituídas por Led, gerando a redução do consumo de energia e promovendo mais segurança para a população, entre outros benefícios. 

Nesta fase o projeto abrange os bairros dos Estados, Indústrias, Alto da Bronze, Auxiliadora, Imigrantes e Cristo Rei. O valor máximo da licitação é de R$ 3 milhões, com recursos do Programa Nacional de Iluminação Pública e Sinalização Semafórica Eficientes (Procel Reluz), e contrapartida da prefeitura. Neste montante está incluída a mão-de-obra e, além das luminárias, a substituição de relés, braços de sustentação e aterramento dos postes. Conforme o secretário Henrique Lagemann, o projeto executivo foi aprovado pela Eletrobrás e foram realizadas as demais etapas, o que permite o encaminhamento do processo licitatório, com valor estimado em R$ 3 milhões. 

Secretário Henrique Lagemann assina termo de referência para encaminhamento da licitação / Crédito da foto: Paulo Ricardo Schneider / Divulgação

Pelo projeto de Eficiência energética o município instalou, na primeira fase, 150 luminárias e lâmpadas de Led (150W) na Avenida Rio Branco e nas ruas Coronel Müssnich, Bruno Schwertner e parte da Júlio de Castilhos, com investimento de R$ 334,3 mil da concessionária de energia, a fundo perdido. Na segunda etapa foram colocadas mais 1,1 mil luminárias, beneficiando mais de 60 vias públicas, com R$ 1,5 milhão aplicados, também a fundo perdido, obtidos junto à RGE Sul/CPFL. 

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui