RS tem 42% de prefeitos reeleitos, maior índice dos últimos pleitos

171

No último domingo (15/11), 492 municípios gaúchos conheceram os gestores que estarão à frente do Executivo Municipal pelos próximos quatro anos. Diferente das eleições de 2016, o número de candidatos que concorreram para se manter em seus cargos aumentou: foram 290 prefeitos na disputa por um segundo mandato. Como resultado das urnas, a taxa de reeleição no RS cresceu de 23% para 42%, reelegendo 211 candidatos no primeiro turno.

Em dois municípios, Putinga e Santa Bárbara do Sul, os prefeitos que buscavam a reeleição foram os mais votados. No entanto, a situação ainda não está definida. Em ambos os casos, os gestores aguardam uma decisão da Justiça Eleitoral para confirmarem a sua elegibilidade.

Já em Canoas, Pelotas e Santa Maria a decisão foi para o segundo turno. Os prefeitos irão disputar por uma segunda oportunidade para o cargo máximo municipal no próximo dia 29, último domingo do mês.

Caso sejam confirmadas as reeleições, o RS pode ter, ao todo, 214 gestores reeleitos no mandato de 2021 a 2024. Este é o maior índice de candidatos reeleitos dos últimos pleitos: em 2016 foram 115 e em 2012, 152.

Na análise do presidente da Famurs e prefeito de Taquari, Maneco Hassen, diferente do que se imaginava, a pandemia causada pelo novo coronavírus não influenciou diretamente o resultado das urnas. “O eleitor, nas eleições municipais, se preocupa mesmo com os candidatos e propostas que falam das questões do município, dos problemas das cidades. E o que vimos é que, mesmo diante das dificuldades enfrentadas pelos atuais gestores, a pandemia não interferiu no índice de reeleitos aqui no Estado”.

Resultado das eleições
• 211 reeleitos (sendo 2 sub judice)
• 281 eleitos  (sendo 1 sub judice)
• 5 candidatos disputam o 2° turno

Reeleição
• 290 concorrem à reeleição
• 210 se reelegeram
• 72% dos candidatos obtiveram sucesso na reeleição

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui