Eleitos tomam posse em Imigrante

- Publicidade -

Os eleitos em Imigrante foram empossados em sessão solene na noite desta sexta-feira (1/01). No Executivo, tomaram posse o prefeito Germano Stevens (MDB) e o vice-prefeito Fabiano Acadrolli (PSDB). Eles venceram a eleição com 1.540 votos (66,12%), foram 751 votos a mais que o adversário.

Stevens destaca que o momento mistura sentimentos, como emoção, ansiedade e até mesmo medo, porém, um momento de muita responsabilidade. “Já vivi muitos momentos da minha vida, muitos ciclos diferentes, e sempre encarei eles com muita responsabilidade e determinação, com muito respeito e humildade. E assim será também agora na prefeitura”, declara.

Ele pondera que o começo será difícil, e pede a compreensão da sociedade. “Temos um fator novo. Há 16 anos o município era governado por um grupo de pessoas, que fizeram bom trabalho, tiveram erros, mas que nós também vamos ter, assim como todos que passaram”, opina. Segundo ele, agora é preciso implantar mudanças, renovações. “Oxigenar, tirar pessoas da zona de conforte. A sociedade, os moradores de Imigrante, disseram o sim para nós, e pela larga diferença, foi em cima da nossa proposta, com isso nossa responsabilidade aumenta”, avalia.

Ele afirma que o trabalho será feito com muita vontade e determinação, e em parceria com a Câmara de Vereadores. “Assim, fazer com que nosso município continue crescendo”, destaca. O prefeito explica que o secretariado deve ser nomeado a partir de fevereiro. “Com certeza não vamos ser unanimidade, vai ter questionamentos. Até porque a gente não consegue agradar a todos”, pondera. Ele afirma que a escolha está sendo feita com calma. “Todo secretario que assumir, antes de assumir, vai saber o que pregávamos em toda campanha, de que quem vai dar respaldo e manter o secretário vai ser a sociedade de Imigrante e a Câmara de Vereadores que vai fiscalizar”, pontua.

Foram empossados também os nove vereadores eleitos. Entre eles, a mais votada foi Rejane Prediger – Xana (MDB). Vale destacar que o mais votado no município foi Luciano Carminati, com 161 votos, porém, ele não se elegeu pois o partido não teve votos suficientes para conquistar uma cadeira. Na oportunidade, foi eleita a Mesa Diretora. A presidente será Rejane Prediger (MDB), vice-presidente Jairo Pott (PSDB), primeira-secretária Marlise Pott Wommer (MDB) e segundo-secretário Paulo Roberto Silva dos Santos (PP).

Rejane afirma que a missão à frente do Legislativo é de muita responsabilidade. “Tenho certeza que estes 144 votos que me foram creditados devo ao povo de Imigrante, e preciso fazer o melhor para o município e trabalhar para todos de maneira igual”, considera. Reforça que gosta de desafios, e este é mais um deles. “Como presidente mostrar que podemos trabalhar com união, em grupo, com responsabilidade, organização. Sempre pensando nos munícipes e no melhor para Imigrante”, pontua.

Vereadores eleitos e empossados:

Rejane Prediger (Xana) – MDB

Carlos Guilherme Wahlbrinck – PP

Celo Horst – MDB

Marlise Wommer – MDB

Yan Doerzbacher – MDB

Paulo Roberto Silva dos Santos – PP

Tiago Caio – PP

Dolores Ebeling Trombini (Dolo) – PP

Jairo Pott – PSDB

- Publicidade -

MAIS

- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -