Orquestra Municipal de Arroio do Meio retoma ensaios na secretaria de Educação

199
Prefeito Danilo Bruxel e vice Adriana Meneghini Lermen, secretária de Educação, Iliete Winck, coordenador de Cultura, Paulo Haas e professor Cristiano Leonhardt no espaço dos ensaios / Crédito da foto: Daiane Laís Kalsing / Divulgação

Com as atividades paralisadas desde o início da pandemia, teve reinício na última semana os ensaios da Orquestra Municipal. Os encontros ocorrem todas as quartas-feiras na secretaria de Educação e Cultura. O prefeito Danilo Bruxel e a vice-prefeita Adriana Meneghini Lermen estiveram no local conferindo o espaço dos ensaios. Também se fizeram presentes a secretária de Educação, Iliete Winck, o coordenador de Cultura, Paulo Haas e o professor, Cristiano Leonhardt.

- publicidade -

Para evitar aglomerações, a orquestra foi dividida em quatro grupos que terão 1h30min de ensaio. O professor regente Cristiano Leonhardt afirma que tudo está sendo adaptado da melhor forma, tanto que alguns alunos têm acompanhamento online. “A orquestra possui mais de 20 integrantes de diferentes faixas etárias. Estamos dando um jeito de atender a todos que manifestaram o interesse em continuar no grupo”. 

Além disso, agradeceu a oportunidade de poder continuar à frente da orquestra. “É muito importante para mim continuar mantendo esse vínculo tão forte com Arroio do Meio, não só por estar em sala de aula, mas também de dar continuidade aquilo que a gente já sonhou em outros tempos e buscar fazer isso da melhor maneira possível”.

Quem tiver interesse em participar da Orquestra Municipal pode entrar em contato com a secretaria de Educação. Segundo o professor regente, no momento o grupo está precisando de pessoas que toquem trompete e trombone. 

O coordenador de Cultura, Paulo Haas, reafirmou o apoio com a orquestra e que auxiliará no que for preciso para que o trabalho aconteça. Segundo ele, o setor cultural foi o mais atingido desde o início da pandemia, tanto que muitas entidades culturais estão até hoje paradas. “Esperançosos, clamamos por dias melhores no que se refere ao retorno das atividades culturais, sejam elas por meio de exposições artísticas, visitas a museus, apresentações musicais tais como orquestras, corais, conjuntos de bailes dentre outras, teatrais ou mesmo festivas como encontros familiares e tantos outros exemplos”.

- publicidade -