Estrela atinge 50 dias sem óbitos pela Covid-19

Centenas de pessoas completaram o ciclo da vacinação contra a Covid com as duas doses. Município supera marca de 51 dias sem mortes; e hospital regional os 30 dias

- Publicidade -spot_imgspot_img

O Governo de Estrela, através da Secretaria Municipal da Saúde, dá sequência a programação de combate a Covid. Na terça-feira (27/7) realizou a aplicação da dose complementar (D2) do imunizante da CoronaVac, e nesta quarta-feira (28/7) etapa de Antecipação da D2 da AstraZeneca. Ao todo foram 575 vacinados nos dois dias, abaixo do quantitativo total considerado os números das referidas etapas da primeira dose (D1). Nesta quinta-feira (29/7) será realizada etapa para público alvo inédito: crianças e adolescentes entre 12 e 17 anos com comorbidades e deficiências. Nova sessão para o público em geral esta semana ainda não está confirmada.

Estrela superou a barreira dos 50 dias sem óbitos. O último ocorreu em 07 de junho. No Hospital Estrela, que atende a região, são 31 dias. O município já vacinou 19.562 cidadãos com a D1. Destacando que a Secretaria da Saúde aumentou para cerca de 27 mil pessoas o público alvo total (pessoas acima dos 18 anos) a ser vacinado, Estrela alcança a marca de 72% da população. Agora são ao todo também 9.435 pessoas com a dose complementar (D2), ou cerca de 35%.

Dose complementar

Estrela deve alcançar a marca das dez mil cidadãos com a dose complementar (D2) na próxima semana, mas de acordo com a Secretaria de Saúde, considerando-se todas as etapas complementares já realizadas, inclusive as três de antecipação, Estrela soma no momento cerca de 280 pessoas que estão em atraso. “É normal que, assim como ocorre na dose inicial, nem todos possam comparecer na primeira oportunidade de realizar a dose complementar. Contribuem para isso fatores como o dia da etapa, e agora até mesmo o frio. Mas as pessoas podem buscar isso nas demais etapas, quando avançamos para outras faixas etárias. Importante é ficar atento às oportunidades corretas e completar o ciclo”, alerta a enfermeira-chefe, Ana Carolina Pádua Lopes, responsável pelo gerenciamento da vacinação da Covid no município.

Comorbidades

Em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Smed), será realizada nesta quinta-feira (29/7) sessão para a imunização de jovens entre 12 e 17 anos com comorbidades e deficiências. São esperados cerca de cem deles, conforme levantamento e agendamento prévio realizado junto às escolas. Entre as exigências aos candidatos a receber a dose, estar estudando e possuir receita médica atualizada (últimos seis meses) ou laudo médico que comprove a comorbidade, além do que é exigido a todos, como documento de identidade e comprovante de residência do responsável.

- Publicidade -

MAIS

- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -