Governo RS atende pedido da Famurs e retira de urgência projeto da regionalização do saneamento

- Publicidade -spot_imgspot_img

O governo do Estado retirou o pedido de urgência do Projeto de Lei (PL 210/2021) que trata da regionalização do saneamento em municípios atendidos pela Corsan. O pedido foi realizado pelo presidente da Famurs e prefeito de São Borja, Eduardo Bonotto, em nome dos 497 prefeitos do RS.

Por unanimidade, a Assembleia Legislativa aprovou, na noite desta terça (14/9), o requerimento apresentado pelo Executivo.

A articulação foi conduzida pelo líder do governo, Frederico Antunes (PP), e pelo presidente da Casa, Gabriel Souza (MDB), que comunicaram o governador Eduardo Leite sobre resistência da base aliada e sobre o pedido da Famurs.

Conforme o presidente da Famurs, Eduardo Bonotto, o governo e os deputados da base aliada foram sensíveis com o pedido dos prefeitos gaúchos. “Fizemos este pedido em nome da Famurs e agradecemos ao líder de governo pela boa articulação do projeto e a sensibilidade do governo” ressaltou Bonotto.
 
Com a retirada do pedido de urgência, encaminhado à Assembleia pelo gabinete do governador Eduardo Leite através de ofício, o objetivo, agora, é que o texto final seja construído com “mais calma”, e o Piratini ganhe tempo para ajustar os projetos.

Na próxima quinta-feira (16/9), está prevista uma reunião do grupo de trabalho formado por integrantes do governo estadual, do Fórum das Bacias Hidrográficas e da Famurs para tratar do assunto.

- Publicidade -

MAIS

- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui