Garibaldi inaugura pista de esqui itinerante

Referência do esporte no Brasil entre os anos 70 e 2000, atividade volta a ser atração na Serra Gaúcha

378
Crédito da foto: Bruno Milan / Divulgação

No dia em que Garibaldi completa 121 anos de emancipação política, a Capital Nacional do Espumante inaugurou a pista de esqui itinerante. A antiga Estação de Esqui Presidente Médici, ativa entre 1970 e 2001, foi uma das maiores atrações da região, responsável por trazer turistas de todos os cantos do país e do exterior. 

- publicidade -

Um resgate histórico, feito pela Associação dos Amigos do Esqui de Garibaldi (AAEG), presidida por Rafael de Paula, permitiu reativar a tão sonhada pista, que mexe com a memória de muitas famílias, turistas e atletas.

Armada na Rua Júlio de Castilhos, em frente à prefeitura, a nova pista conta com uma estrutura de 120 metros de comprimento, 3,6 metros de largura e 40 torres de sinalização. 
Na oportunidade, o prefeito do município, Alex Carniel, destacou o trabalho da AAEG. “A inauguração desta pista itinerante materializa a determinação, uma marca da comunidade garibaldense. É um exemplo de união, de mobilização, para transformar um sonho num ideal”, salientou.

Para o vice-prefeito, Sérgio Chesini, esse é um dia memorável e histórico. “Mais que o sentimento de orgulho, a reativação do esqui enaltece a nossa memória familiar e a esperança de dias melhores com a retomada”, declarou. 

Pioneiro

O primeiro homem a esquiar no Brasil foi o empresário garibaldense David Afonso Antônio Santini (in memorian), idealizador da Estação Presidente Médici. Santini realizou o feito em agosto de 1968 e, desde então, o esporte tem lugar cativo entre os habitantes da cidade. O Campeonato Brasileiro de Esqui e a Olimpíada Brasileira de Esqui atraíram, durante anos, praticantes de diversas partes do mundo.

Na cerimônia de inauguração, a família de Santini recebeu uma placa como homenagem ao legado. “Estou muito feliz e emocionada por terem eternizado o sonho do meu pai. Essa retomada tem um significado muito importante pra nós”, afirmou a filha do pioneiro, Daniela Santini, ao agradecer o empenho da associação e do poder público.

A garibaldense Ana Letícia Pedersetti, 11 anos, esquiou pela segunda vez, em Garibaldi, neste domingo. A primeira vez foi na neve e hoje o desafio foi na pista artificial, e sob um calor de quase 30°C na Serra Gaúcha. “Foi uma experiência marcante. Não era nascida quando existia a estação de Garibaldi e eu adorei poder esquiar hoje. Os instrutores foram ótimos! Gostei tanto que vou me associar pra continuar esquiando nas próximas vezes em que a pista for montada”. 

O instrutor que acompanhou a jovem, Gilberto Dalmina, garante que a menina tem futuro. Dalmina esquiou na antiga estação até 1995 e retoma, agora, com a Associação de Esqui, ajudando os jovens que estão se desafiando a aprender o esporte.

Resgate histórico da AAEG

O fundador da AAEG, Vitor Guaragni, ressalta que a pista é um sonho que nasceu dentro da própria comunidade, com união, atitude solidária e muita pesquisa. “Foram anos de trabalho, juntando pedaços esquecidos de tudo que restou do antigo esqui, com a ajuda dos amigos que formam a Associação. Foi um projeto sonhado por muitos e que agora sai do papel”, comemora.

- publicidade -