Juventude da Berlim deve recorrer contra posição da JJD

O clube westfaliano comunicou à reportagem que já constituiu uma assessoria jurídica (advogado) e deve ser notificado somente hoje à tarde (18/7)

- Publicidade -spot_imgspot_img

Na manhã de sábado (16/7), o Esporte Clube Arroio da Seca (Ecas) recebeu o resultado do protesto contra o Juventude da Berlim por parte da Junta de Justiça Desportiva (JJD). A JJD decidiu aplicar o regulamento e deu ganho da causa ao Ecas, com a perda de seis pontos para o Juventude pelo uso do atleta Roger Werkhausen, mais perda de 200 pontos na disciplina e multa de dois salários mínimos.

Com isso, haveria a reversão do título de campo. No entanto, após ser intimado, o Juventude da Berlim tem o prazo de 48 horas para recorrer da decisão. O clube westfaliano comunicou à reportagem que já constituiu uma assessoria jurídica (advogado) e deve ser notificado somente hoje à tarde (18/7).

O Juventude pretende recorrer. Alegará que foi tomada uma decisão sem ouvir a sua defesa. Portanto, vai recorrer e vai exigir um julgamento com a apresentação de argumentação oral por parte dos advogados. Um dos principais questionamentos é a ausência de um regulamento específico da Taça da Amizade 2022.

- Publicidade -

MAIS

- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui