Campanha Nacional de Vacinação contra a Pólio e Multivacinação entra na última semana

148
A meta da campanha no RS é alcançar cobertura vacinal igual ou maior que 95% Crédito: Marcos Lopes / Ministério da Saúde / Divulgação

Prorrogada até 30 de setembro, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação entrará em sua última semana. No RS, a porcentagem marca 54,55%. A 16ª Coordenadora Regional de Saúde (CRS) informa que, até o fechamento desta edição (23/9), o Vale do Taquari atingiu 79% da meta.

Na região, Imigrante, Colinas, Poço das Antas e Bom Retiro do Sul já ultrapassaram os 100%. O município com menos alcance é Paverama, seguido por Lajeado.

Porém, os dados coletados pelos municípios revelam diferenças entre as porcentagens, conforme consta na tabela a seguir.

De acordo com Jéssica da Silveira Heimann, especialista em Saúde da 16ª CRS, as discrepâncias podem se dar devido à demora para os dados digitados chegarem até o painel do Localiza SUS, atraso na digitação no sistema pelos municípios – alguns digitam as doses aplicadas diariamente, outros apenas uma vez na semana – e/ou divergência das estimativas populacionais utilizadas pelo Ministério da Saúde para cálculo de cobertura e realidade de crianças nos municípios.

Para elevar o índice de imunização
Em razão da baixa cobertura, Teutônia organiza diversas ações até o encerramento da Campanha. O município foi notificado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) na semana passada. Para a cidade atingir o percentual de 95% estimado pela SES, deve vacinar, ainda, cerca de 650 crianças.

Durante a semana, crianças poderão receber as imunizações em escolas de ensino infantil. O Dia D será neste sábado (24/9), com horário de atendimento das 8h às 12h. Os locais de imunização são a Unidade Básica de Saúde (UBS) do Bairro Languiru e o Centro Avançado de Saúde do Bairro Canabarro.

Ainda, de segunda a quinta-feira (26 a 29/9), a UBS e o Centro atenderão em horário estendido. Os imunizantes estarão disponíveis até as 19h.

Vacinas à disposição
Para tomar a vacina oral da pólio, as crianças de 1 a 4 anos devem ter recebido as três doses do esquema básico ou vacina inativada poliomielite (VIP).

Já para que os jovens de até 14 anos completem suas carteiras de vacinação estão disponíveis doses contra hepatite A e B, penta (DTP/Hib/hepatite B), pneumocócica 10 valente, VIP (vacina inativada poliomielite), VRH (vacina rotavírus humano), meningocócica C (conjugada), VOP (vacina oral poliomielite), febre amarela, tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba), tetraviral (sarampo, rubéola, caxumba e vricela), tríplice bacteriana, varicela e HPV quadrivalente/papilomavírus humano.
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ressalta que todos os imunizantes do Programa Nacional de Imunizações (PNI) são aprovados e seguros.
Já os imunizantes contra a covid-19 podem ser aplicados de forma concomitante com as demais vacinas do calendário em crianças com mais de três anos de idade.


% DE CRIANÇAS VACINADAS CONTRA A POLIOMIELITE
CIDADE16ª CRS (23/9)SEC. MUN. SAÚDE (23/9)
LAJEADO68%68%
TEUTÔNIA72,77%57%
ESTRELA71,66%71,66%
ARROIO DO MEIO95,34%95%
FAZENDA VILANOVA75,67%74%
PAVERAMA67,26%67.26%
WESTFÁLIA93,33%93,33%
IMIGRANTE103,48%103,48%
COLINAS104,60%100%
POÇO DAS ANTAS114,12%118,82%
BOM RETIRO DO SUL121,25%121,25%
Cobertura vacinal contra a polio
- publicidade -