Dificuldades com biometria atrasam votações

111
Edmar Nunes Cavalheiro (58) ficou duas horas na fila. Créditos: Éderson da Rocha

Diversos pontos de votação estão com filas de grande porte principalmente devido a dificuldades com a biometria.

Somente na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) 24 de Maio, no loteamento 8 de Teutônia, Edmar Nunes Cavalheiro (58) foi uma das pessoas que ficou duas horas na fila para votar. “Quando chegou minha vez, tentei usar a biometria por quatro vezes e não consegui, tiveram que liberar para votar sem. Acabei atrasando mais ainda os que estavam na fila depois de mim”, explica.

As quatro sessões da Escola aguardam hoje 1.316 eleitores. Nas sessões 135 e 167 havia mais de 100 pessoas na fila até o momento desta publicação.

- publicidade -