Agências FGTAS/Sine dispõem de quase 10 mil vagas de emprego no RS

141
Crédito: Divulgação

As agências FGTAS/Sine oferecem 9.839 oportunidades de emprego no RS, sendo 8.027 vagas efetivas e 1.812, temporárias. Os trabalhadores podem se candidatar de forma presencial às oportunidades na agência FGTAS/Sine mais próxima ou por meio do aplicativo Sine Fácil. A relação de endereços das unidades está disponível no site.

Perfil das vagas efetivas abertas no RS
Do total de 8.027 vagas efetivas disponíveis no RS, 72,6% não exigem experiência e 27,9% também não exigem escolaridade. Porém, 24,8% exigem Ensino Médio completo e 21,4%, Fundamental completo.

As ocupações com os maiores números de vagas abertas são: alimentador de linha de produção (1.064), trabalhador volante da agricultura (330), pedreiro (253), vendedor de comércio varejista (252) e servente de obras (251).

As agências FGTAS/Sine com as maiores quantidades de vagas abertas são: Erechim (522), Porto Alegre Centro (497), Ijuí (429), Caxias do Sul (358) e Garibaldi (321).

Em relação ao setor econômico, 30,2% pertencem à indústria; 29,2%, aos serviços; 22,2%, ao comércio; 14,5%, à construção e 3,6%, à agropecuária. A remuneração de 37,9% das oportunidades varia de 1,5 a 2 salários mínimos e de 30,7%, de 2 a 3 salários mínimos.

Perfil das vagas temporárias abertas no RS
Do total de 1.812 vagas temporárias disponíveis no RS, 98% não exigem experiência e 36,7% também não exigem escolaridade. Mas 19,4% exigem Ensino Médio completo e 9,8%, Fundamental completo.

As ocupações com os maiores números de vagas abertas são: trabalhador volante da agricultura (458), alimentador de linha de produção (400), atendente de lojas e mercados (190), repositor de mercadorias (74) e trabalhador da cultura de milho e sorgo (70).

As agências FGTAS/Sine com as maiores quantidades de vagas abertas são: Capão da Canoa (397), Nova Santa Rita (250), Capão do Leão (200), Tupanciretã (150) e Passo Fundo (129).

Em relação ao setor econômico, 38,3% pertencem ao setor de serviços; 30,5%, à indústria; 22,3%, à agropecuária; 7,1%, ao comércio e 1,7%, à construção. A remuneração de 55,9% das oportunidades varia de 1,5 a 2 salários mínimos e de 27,7%, de 2 a 3 salários mínimos.

Perfil das vagas efetivas abertas em Porto Alegre e Região Metropolitana
As agências FGTAS/Sine dispõem de 2.263 vagas de trabalho efetivas na capital e Região Metropolitana. Desse total, 65,8% não exigem experiência e 14% também não exigem escolaridade.

Por outro lado, 29,5% das oportunidades exigem Ensino Médio completo e 20,7%, Fundamental completo.

As ocupações com as maiores quantidades de vagas abertas são: pedreiro (169), operador de telemarketing receptivo (155), servente de obras (112), montador de estruturas metálicas (94) e alimentador de linha de produção (77). Sobre o setor econômico, 33,2% das oportunidades pertencem aos serviços; 28,9%, à construção; 20,9%, à indústria; 15,1%, ao comércio; e 1,6%, à agropecuária.

A remuneração de 36% das vagas varia de 2 a 3 salários mínimos e de 30,5%, de 1,5 a 2 salários mínimos.

- publicidade -