Conferência Municipal da Saúde de Estrela elege delegados

A 17º Conferência Nacional de Saúde, que também tem como tema a pauta que é debatida em escala municipal e estadual, será realizada de 02 a 05 de julho, em Brasília

310
Delegados municipais e suplentes foram escolhidos. Conferência Estadual ocorre em Porto Alegre, dias 15, 16 e 17 de maio Crédito: AI

Com o tema “Garantir Direitos e Defender o SUS, a Vida e a Democracia – Amanhã vai ser outro dia”, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Estrela promoveu, na quinta-feira (16/3), a segunda etapa da 8° Conferência Municipal de Saúde. O encontro reuniu autoridades ligadas ao meio da saúde no município, públicas e não, entidades e público em geral, na Câmara de Vereadores.

O encontro deu prosseguimento às pautas tratadas na pré-conferência, realizada no fim de fevereiro, entre eles a escolha dos delegados municipais, leitura do regimento interno e as propostas consideradas prioritárias para a comunidade quando o tema é a saúde.

Entre algumas das propostas apresentadas e escolhidas como prioritárias, estão os ajustes na tabela do SUS, o aumento de cotas nas especialidades e a atualização dos repasses/valores aos municípios por parte dos governos estadual e federal.

Novos delegados

Como delegados para a Conferência Estadual, a ser realizada em Porto Alegre dias 15, 16 e 17 de maio, foram escolhidos: como representantes os usuários – Maria Bernadete Koch Kranz, Almir Pereira da Silva e Loraci Maria Birck (suplente); como representante dos prestadores de serviço – Ciliana Franco; e como representantes do governo municipal – Carlos Alessandro Menezes Bremm e Liria Marisa Barth (suplente). A 17º Conferência Nacional de Saúde, que também tem como tema a pauta que é debatida em escala municipal e estadual, no caso “Garantir Direitos e Defender o SUS, a Vida e a Democracia – Amanhã vai ser outro dia”, será realizada de 02 a 05 de julho, em Brasília.

Para o titular da SMS, Celso Kaplan, o “Lelo”, foi uma assembleia bastante produtiva em se tratando de eixos e atividades quando o foco é melhorar a qualidade da saúde local em prol da comunidade estrelense, e percepção do quanto é preciso, em algumas áreas, apoio por parte de todas as frentes para se avançar. “A modalidade escolhida foi para oportunizar que toda comunidade apresentasse propostas, o que realmente ocorreu de forma muito positiva. Temas importantes e pontuais foram abordados, através de ideias e propostas pertinentes e válidas, trazidas principalmente por profissionais de saúde e por parte das instituições e entidades de saúde, com o objetivo de melhorarmos nossos serviços, comenta.

- publicidade -