Equipe “Só Nó de Pinho” vence 20º Jogos Germânicos de Estrela

Tradicional olimpíada germânica reuniu dez equipes em um dos eventos mais aguardados do ParkChoppFest, festival integrante da MaiFest.

2016
Créditos: AI Governo de Estrela

Ocorreu no sábado (20/5) a 20ª edição dos Jogos Germânicos de Estrela, que integrou a programação da MaiFest 2023, relativa aos 147 anos de Estrela.

- publicidade -

A tradicional competição mistura uma série de provas inusitadas e outras que fazem referência a tarefas rurais, e movimentou dez equipes e mais de uma centena de competidores na luta pelo título de 2023, que este ano acabou nas mãos da equipe “Só Nó de Pinho”.

As dez equipes foram um recorde, assim como em 2017 e 2018, e que aos poucos foram chegando ao Parque Princesa do Vale com roupas típicas, faixas e mascotes: “Só Nó de Pinho”, “Glória”, “Asinha de Porco/“Schweinesflügel”; “Alles Fuproh”; “Vas Kip Tass”; “Catofla”; “Estrelas do Futuro”; “Keltes Bier”; “Kanusport” e “Schweinesflügel”, além da “Weiss Kopf”, a atual campeã.

Na abertura, um animado desfile dos integrantes e mascotes contou pontos para a acirrada batalha pelo título. Os alimentos arrecadados arrecadados pelos participantes como ação social do evento serão repassados ao Rotary Club de Estrela.   

Provas inusitadas

No embalo das brincadeiras da personagem “Sofrida”, que por anos acompanha os Jogos e sempre diverte o público, as equipes passaram para a realização das provas. Estas reafirmaram, na prática, a teoria de que nem sempre a força resolve tudo. Em certos momentos pessoas de mais idade, mas com maior experiência na execução de certas tarefas, se saíram melhor na execução de algumas provas do que outros competidores mais novos e fortes.

Muitos homens provaram que estender roupa não faz parte de suas rotinas, assim como descascar batata por parte de algumas mulheres. Serrar lenha e pregar o martelo exigiu muito esforço por parte de uns. Mas esforço e força não faltaram nas provas do “cabo de guerra” e “guerra de sacos”.

Créditos: AI Governo de Estrela

Já a sincronização e tática coletiva valeram muito na prova da “estafeta”, quando os competidores precisaram encher uma garrafa com água através de uma esponja, que passava de mãos em mãos entre 15 integrantes de cada equipe. Canastra e o bolão de mesa, este uma novidade da atual edição, exigiram muita concentração.

Ao fim, a confraternização acabou em uma animada polonese coletiva, que contou com a participação de todos os competidores e do público.

A equipe vencedora “Só nó de Pinho” ganhou a disputa por mínima diferença. Campeã em 2019, a última olimpíada antes da pandemia, e terceira colocada no retorno do evento, em 2022, desta vez voltou a soltar o grito de campeã. Equipes receberam litros de cerveja, brindes, medalhas, troféus e premiação em dinheiro conforme a colocação final:

1º lugar: Só Nó de Pinho  

2º lugar: Alles Fuproh

3º lugar: Weiss Kopf

4º lugar: Glória

5º lugar: Schweinesflügel

6º lugar: Estrelas do Futuro

7º lugar: Vas Kip Tass

8º lugar: Kanusport

9º lugar: Catofla

10º lugar: Keltes Bier

Foram ofertados troféus para o 1º, 2º e 3º lugares. Todos os participantes receberam medalha de participação e brindes, mais premiação em dinheiro para todas as equipes conforme a colocação.

Confira as provas realizadas:

  • Apresentação dos mascotes
  • Desfile com mascote (mínimo 15 caracterizados e no máximo 30)
  • Canastra (2 pessoas de 60 anos ou mais)
  • Bolão de Mesa (2 pessoas, uma mulher de 60 anos ou mais e um adolescente de no máximo 15 anos)
  • Prova Carregar as Toras de Lenha (4 homens)
  • Prova Serrar e Rachar a Lenha (3 integrantes)
  • Prova do Carrinho de Mão (1 casal, 1 mulher e 1 criança de até 10 anos)
  • Prova Cabo de Guerra (5 homens e 5 mulheres)
  • Prova Guerra dos Sacos (feminino)
  • Prova Arremesso de Batata (1 homem, 1 mulher e 1 criança de até 10 anos)
  • Prova de Estafeta Germânica (15 integrantes)
  • Polonese
Equipe vencedora, “Só Nó de Pinho”. Créditos: AI Governo de Estrela
- publicidade -