Univates  promove 2ª “Poesia Salva”, abordando o bicentenário da imigração alemã no Brasil

Ação, que ocorre em parceria com a Alivat e a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Lajeado, faz parte da programação da 4ª edição do Arte na Universidade 

595
Crédito: Divulgação/AI Univates

Universidade do Vale do Taquari – Univates, por meio do setor de Cultura e Eventos, promove entre os dias 21 de março a 24 de abril, a 2ª edição da intervenção “Poesia Salva”, abordando o bicentenário da imigração alemã no Brasil. A ação, que ocorre em parceria com a Academia Literária do Vale do Taquari (Alivat) e a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Lajeado, faz parte da programação do IV Arte na Universidade. 

Poesias de autoria de escritores da região e de outros locais estarão expostas pelos corredores dos Prédios 7, 8, 9 (a partir de 01/04) e 11, no Teatro e no saguão da Biblioteca (neste espaço também irá ocorrer a distribuição de marcadores de página ilustrados com poemas selecionados pela Alivat). A ideia é que o material seja apresentado em rotas de passagem e ocupação urbana, para que a comunidade possa vê-lo e apreciá-lo. 

No dia 17 de abril, os escritores Ana Cecília Togni, Nara Terezinha Knaack e Rudimar Hausntein ministrarão a oficina “Conversando sobre Poesia e Prosa Poética”. O evento vai ocorrer na Copa do CRIE_TI, localizada na Biblioteca Univates, a partir das 19h. 

A presença da poesia no campus serve para provocar visualmente e promover a reflexão. O objetivo da intervenção é colorir os ambientes, estimular a leitura e a interação e destacar a importância das obras na sociedade. 

Mais informações sobre a intervenção podem ser obtidas pelo fone (51) 3714-7000, ramal 5944, ou pelo e-mail [email protected]

Bicentenário da imigração alemã no Brasil 

2024 é o ano do Bicentenário da imigração alemã no Brasil. Em 25 de julho de 1824, os primeiros imigrantes alemães chegaram à cidade de São Leopoldo e começaram a estabelecer bases para uma significativa presença cultural e econômica no Sul do país. 

Sensível à importância histórica desse marco, o governador Eduardo Leite assinou um decreto que prevê a realização de uma série de eventos, exposições e atividades culturais ao longo do ano, visando a celebração e o reconhecimento do impacto da imigração alemã no desenvolvimento do Rio Grande do Sul e do Brasil. 

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui