Univates adquire planetário móvel digital em Chamada Pública do CNPq

As sessões para escolas e comunidades estão previstas para começar em agosto

161
Crédito: Divulgação/AI Univates

O Planetário Móvel da Universidade do Vale do Taquari – Univates se prepara para um marco significativo em sua história de extensão e divulgação científica com a aquisição de um novo planetário digital. Conquistado com fomento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq, fundação pública vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) do Governo Federal, o novo planetário será inaugurado neste segundo semestre de 2024.

O projeto intitulado “Mostras Científicas Itinerantes: desvendando as Ciências Exatas”, desenvolvido pela equipe do Planetário em 2022, foi submetido à Chamada CNPq/MCTI/FNDCT nº 39/2022, destinada ao Programa de Apoio a Museus e Centros de Ciência e Tecnologia. A proposta foi aprovada em dezembro do mesmo ano, com a liberação dos recursos ao longo de 2023. A compra do planetário foi concretizada em maio de 2024, após a liberação total dos recursos e a conclusão dos trâmites administrativos.

De acordo com a docente Sônia Elisa Marchi Gonzatti, uma das responsáveis pela implementação do Planetário da Univates, o recurso possibilitou não apenas a aquisição do planetário digital, mas também a contratação de dois bolsistas, que atuam nas áreas de apoio técnico à extensão e apoio à difusão do conhecimento.

Entre os motivos para a aquisição de um novo planetário estava a necessidade de modernização dos equipamentos e a oportunidade de ampliar a qualidade da educação e divulgação científica na região atendida pelo projeto. “Nosso planetário anterior, adquirido em 2014, também com fomento público federal, era um modelo analógico, com menos disponibilidade de programas para rodar no projetor óptico-eletro-mecânico”, explica Sônia.

O novo planetário é equipado com um domo inflável customizado, desenvolvido com a colaboração da bolsista Gabriela Mezacasa Delazeri. Possui um diâmetro de 5 metros e uma porta inflável. A principal diferença em comparação com o modelo anterior está no sistema de projeção digital, que utiliza uma lente fish-eye para projeção em 360º, operando com 3.600 lúmens de brilho e resolução 4K. Isso garante imagens mais nítidas e detalhadas, proporcionando uma experiência visual imersiva.

“O novo planetário consolida o trabalho de excelência que já é desenvolvido na Univates em se tratando de divulgação científica e do Ensino de Astronomia em espaços formais e não formais. Além disso, a aquisição de um planetário digital amplia o leque de opções de conteúdos e temas de Astronomia e Ciências Exatas que podem ser explorados”, ressalta Sônia.

A estreia oficial do novo planetário está prevista para o segundo semestre de 2024, coincidindo com a celebração dos 10 anos do Planetário Univates. As sessões para escolas e comunidades devem começar em agosto, após o treinamento da equipe de bolsistas.

O que são planetários?
Planetários são instalações que simulam o céu noturno em um domo usando projetores de estrelas e outros equipamentos audiovisuais para proporcionar uma experiência educacional imersiva e interativa sobre astronomia e ciências espaciais para o público.

Saiba mais sobre o Planetário da Univates
Neste ano, o Planetário Móvel da Univates completou uma década de ações de popularização da Astronomia. Desde o início de seu funcionamento, já atendeu mais de 20 mil pessoas, em sessões em diferentes espaços formais e não formais. Em torno de 67% deste público foi atendido em itinerâncias, ou seja, em atividades nas quais o Planetário foi ao encontro de instituições de ensino. São 138 escolas de 41 municípios distintos e de três estados do Brasil atendidas em atividades presenciais e virtuais.

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui