Hospital Bruno Born completa 93 anos

A trajetória da instituição teve início em 10 de julho de 1931, após mobilização de representantes locais.

89
Crédito: Divulgação

Hoje, quarta-feira, 10 de julho, o Hospital Bruno Born (HBB), de Lajeado, completa 93 anos de existência. A instituição é uma das principais e mais importantes do Rio Grande do Sul.

Recebendo pacientes de mais de 90% das cidades do estado, o HBB tem histórica integração comunitária e excelência nos serviços. São mais de mil profissionais dedicados a atender, 24 horas por dia, pacientes em diferentes especialidades.

A trajetória da Instituição teve início em 10 de julho de 1931, após mobilização de representantes locais que reuniu católicos e protestantes, sob liderança do Irmão Emilio Conrado, do empresário Bruno Born, e do médico Roberto Fleischhut. Maximiliano Fischer, Pedro Leão Mallmann (antigo pároco da Paróquia de Santo Inácio) e José Frederico Schaan também participaram deste esforço conjunto em prol da criação do primeiro hospital de Lajeado. Com isso, surgiu o Hospital São Roque.

Em seus primeiros 63 anos de funcionamento, o hospital esteve sob os cuidados da Congregação das Irmãs da Divina Providência, que auxiliavam no atendimento e na administração. Elas deixaram os cargos na década de 1980.

O São Roque passou a se chamar Bruno Born em 22 de junho de 1974, a partir de sugestão do Dr. Paulo Sérgio Bertoglio. Bruno Born havia falecido semanas antes e, como foi administrador da casa de saúde por décadas, recebeu a homenagem.

Abrangendo cerca de 17 hospitais da região, com o passar dos anos, adaptações foram necessárias, por conta do surgimento de novas doenças e diferentes tratamentos sendo aplicados.

Das inaugurações: da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para adultos, em 1984; dos serviços de Quimioterapia, em 1998; da Central de Preparo de Medicamentos, em 2014; da Conclusão do Prédio do Centro de Tecnologia Avançada, em 2016; até o combate à Covid-19 e demais reformas em sua estrutura, o HBB é referência no Vale do Taquari nas especialidades de: Cardiologia, Neurologia, Oncologia, Fissuras Lábio Palatais e Reabilitação Auditiva, Nefrologia, SAMU, Captação de Órgãos e Gestante de Alto Risco.

Em 2021, foi apontado como o melhor hospital do Brasil em cidades com menos de cem mil habitantes, pela revista norte-americana Newsweek. Em 2024, o HBB ficou entre as 10 melhores instituições de saúde do Estado, usando o mesmo critério.

Segundo o diretor executivo do HBB, Cristiano Dickel, o futuro do hospital está sendo planejado, com novas construções e reformas. ”Em especial a ampliação de nossa área física e a construção de um Centro de Cardiologia e do Centro Obstétrico, que passará de 260m² para 1,8 mil m²”, explicou.

Cristiano completa que as obras se somam a setores de tecnologia em diversos tratamentos, e devem ser concluídas nos próximos meses.

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui