Clubes devem recorrer da decisão da Aslivata

Dirigentes de 7 de Setembro e Estudiantes sinalizaram para recursos, o que acionará a JJD

1107
Jogo foi encerrado pelo árbitro aos 32min da segunda etapa por falta de segurança // Crédito: Carla Beckmann

O Grupo Popular de Comunicação consultou dirigentes das duas agremiações finalistas e eliminadas na categoria Titulares da Copa Certel Sicredi 2022. Estudiantes de Lajeado e 7 de Setembro de Capitão deverão recorrer da decisão comunicada pela Aslivata por meio de nota oficial, na noite desta terça-feira (29/11).

Um dirigente do Estudiantes de Conventos disse que “provavelmente vai recorrer” e a agremiação deve se pronunciar ainda nesta quarta-feira sobre o assunto, após consulta à assessoria jurídica. O Estudiantes já havia manifestado nota de repúdio após os episódios da final – encerrada por falta de segurança.

Dirigentes do 7 de Setembro de Capitão informaram a intenção de recorrer. “Vamos nos reunir e rever essa decisão da liga. Vai haver recurso. Só o tempo de organizar com o jurídico para o 7 se posicionar”, disseram.

Com a interposição de recurso por parte das equipes, o assunto será levado à Junta de Justiça Desportiva (JJD) da Aslivata, presidida por Milton Weiler.

Informalmente, um dirigente do Estudiantes revelou a inclinação para sugerir a realização de um novo jogo, em campo neutro, sem presença de torcedores. Mas, somente após a posição oficial para saber todos os argumentos do clube de Lajeado.

Dirigentes do 7 de Capitão não indicaram todos caminhos pretendem adotar. “Com certeza algo vai ser feito sobre essa decisão”, garantiram. A tendência é a reivindicação do título, por entender que foram cumpridos os requisitos de segurança e até ampliados com a presença da Força Tática. Também pretendem questionar embasamento da decisão no regulamento.

- publicidade -