Torcedores estrangeiros com histórico de violência em estádios foram impedidos de entrar no RS durante a Copa América

237

Durante 26 dias, a Polícia Federal esteve mobilizada na capital e nas fronteiras do Rio Grande do Sul com o Uruguai e Argentina, atuando integrada às demais instituições públicas e privadas responsáveis pela segurança e pela organização da Copa América.

Durante a Copa América, 13 torcedores estrangeiros (12 argentinos e 01 uruguaio) com histórico de violência em estádios foram impedidos de ingressar no País pelo Rio Grande do Sul. Um torcedor que teve a entrada no Brasil barrada pela Polícia Federal no Rio de Janeiro, no dia 13 de junho, foi identificado na partida entre Argentina e Catar, em Porto Alegre, indiciado por desobediência e deportado após decisão da Justiça Federal. Ele foi entregue às autoridades argentinas em Paso de Los Libres.