Saúde de Teutônia confirma que duas pessoas tiveram dengue

Existe risco de proliferação a partir do mosquito fêmea contaminado

445
Mosquito fêmea transmite a doença ao picar o ser humano

A Vigilância em Saúde de Teutônia divulgou na sexta-feira (02/08) que foram confirmados dois casos de dengue no Município. Um homem de 19 anos e uma mulher de 53 anos tiveram dengue. Um dos casos teve a confirmação a partir de exame junto ao Laboratório Central do Estado (Lacen). O outro foi confirmado por meio do exame clínico/epidemiológico (sinais e sintomas).

Por isso, a maior preocupação da Vigilância em Saúde foi com um potencial risco de proliferação. “Devido os casos terem ocorridos especificamente no Município, sim, existe a possibilidade de contágio e proliferação”, salienta o coordenador da Vigilância de Teutônia, Evandro do Canto Borba. Ele explica que “o mosquito fêmea contaminado produz até 150 ovos que ficam espalhados”.

Quanto aos dois casos específicos, tão logo percebeu a possibilidade, o Município tomou medidas para evitar proliferações, “através de visitas dos agentes de combate a endemias e das agentes comunitárias de saúde, que fazem orientações, verificações de ambientes e, por fim, entrega de folders”, observa.

Borba salienta que a dengue tem cura, “desde que sejam tomadas as medidas de tratamento adequadas, como: hidratação, diagnóstico rápido e adequado”. Aos pacientes foram repassadas orientações sobre coletas de exames e cuidados com a saúde.

Comunidade Alerta abordou o tema

O programa Comunidade Alerta da Rádio Popular FM tratou da temática no sábado (03/08), com a participação do coordenador da Vigilância, Evandro do Canto Borba. Ouça no link.