Município e Paquetá estudam forma de utilizar prédio desocupado em Teutônia

3419
Planta industrial da Paquetá em Teutônia

Dar um novo uso produtivo para um prédio atualmente desocupado é a intenção do Município de Teutônia e da Paquetá Calçados, junto à planta industrial da empresa calçadista instalada no Bairro Teutônia, às margens da ERS-128 (Via Láctea). Nesta terça-feira (09/07), uma comitiva de Teutônia esteve em Sapiranga para tratar desta possibilidade com a direção da empresa.

O diálogo esteve em torno de um prédio de 5.000 metros quadrados da Paquetá, em Teutônia, que está desocupado. “A ideia central é proporcionar um local para que mais empresas possam se instalar, ou seja um Centro de Empresas. O objetivo da visita foi gerar mais renda e empregos para o município”, explica o secretário de Indústria e Comércio de Teutônia, Sidnei Eckert. Ele esteve acompanhado do subsecretário Mateus Mühl e do vice-presidente da Indústria da CIC Teutônia, Airton Roque Kist.

Em Sapiranga, a comitiva teutoniense foi recepcionada por Ingo Schwinn, da Paquetá Empreendimentos Imobiliários. Até o final do mês de agosto, o tema deve ser retomado, quando a Paquetá Empreendimentos Imobiliários deve apresentar um projeto para a utilização do pavilhão.

Comitiva de Teutônia visitou sede da Paquetá em Sapiranga
- publicidade -